27 de fevereiro de 2013

Quer ser uma Postadora do Sonhos com 1D?

Niall em dose dupla... mORRI

Oi oi gente, então, vocês me colocaram em um fogo cruzado, porque eu sozinha não posso escolher as fanfics que serão postadas aqui.

Quem lê o blog são todas vocês, leitoras amadas. E nada mais lógico que vocês escolherem qual fanfic entrará para o blog!

Eu já vi que muitas escritoras perfeitas se interessaram então...

Quem se interessar por postar aqui, coloque isso nos comentários :

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Nome/apelido: Ex: Drica Fernandes ( Seu nome de Escritora de Fanfics)

Idade: 

Twitter ( se possuir): 

E-mail/ Facebook: ( Para poder entrar em contato)

Nome da Fanfic: 

Boy da Fic: Ex: Harry Styles ( Não precisa ser com ele não amores, qualquer 1 dos docinhos delícia do 1D)

Sinopse da sua Fic : Explique bem sua história, conte sobre a personagem principal, descreva a personalidade dela, enfim... faça com que as pessoas se interessem pela sua história.




Por que se interessa em postar aqui: Ahh eu quero que muitas pessoas tenham acesso a minha história e que reconheçam meu trabalho, sei lá. Diga o motivo do seu interesse.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Enfim, esse é o momento de vender seu peixe. Espero que vocês participem, vai ser importante para o blog estar sempre em movimento, porque minha aulas da facul começam daqui a 1 mês e não sei como vai ser.

OS NOMES DAS FICS SERÃO COLOCADOS EM UMA ENQUETE E VOCÊS VÃO DECIDIR!


Postem aqui nos comentários , o prazo é de 1 semana*, até segunda ordem.

*** Participem meus amores!!! ***

Malikisses, Eu amo vocês :333

@Drirectioner



25 de fevereiro de 2013

Last First Kiss com Liam Payne - Capítulo 3


               Link para as outras partes :::: Parte 1 e Parte 2
                   



                                             ~ VOCÊ ON~

A noite passada foi uma das mais confusas de minha vida, o que aconteceu? Eu e Liam nos beijamos, senti como se meu mundo fosse acabar, era o que eu mais queria. Porém não foi do jeito que eu sonhara. Ele nem estava sóbrio. Mas tudo pareceu tão sincero e real, como se ele também quisesse fazer aquilo há tempos.

Eu: Oi Lee, bom dia... - disse ao ver que ele havia acordado

Ele estava passando a mão nos cabelos, com aquela carinha de sono e apenas com uma calça de moletom.

Liam: Bom dia...nossa, eu estou com uma baita dor de cabeça. - fez uma careta

Eu: Fiz um chá para você, toma um analgésico também. - fui até a cozinha e ele me acompanhou

Coloquei o chá em uma xícara e peguei o comprimido também. Ele parecia ainda ter sono.

Liam: Obrigada. - disse ao receber o remédio – Eu bebi demais ontem, não estou acostumado

Eu: Percebi. Você não se lembra de nada? - perguntei receosa, ele olhou em meus olhos de um jeito diferente

Liam: Não sei, do que está se referindo especificadamente? - ele ergueu uma sobrancelha

Eu: Ahh nada não. Deixa pra lá. Olha, já são 2 horas da tarde. O que você vai fazer hoje? - disse mudando de assunto

Liam: Vamos visitar uma galeria de arte incrível em Oxford. Que tal? - perguntou animado

Eu: Eu adoraria, Lee. Mas olha seu estado. Acho melhor ficarmos em casa, eu vou cuidar de você. - sorri e ele retribui

Liam: Por isso que eu te amo, eu realmente estou morto, hoje. - me abraçou por trás – Você me conhece tão bem... - eu fiquei de frente pra ele e dei um sorriso

Eu: Tá afim de comer aquela macarronada que só eu sei fazer? - ele abriu um sorriso imenso quando ouviu aquilo

Eu comecei a cozinhar e o Liam foi tomar um banho. Estava quase terminando colocar os últimos ingredientes na forma quando o telefone toca. Fui atender, e para a minha total surpresa, era a Perrie, namorada do Zayn. Ela disse que estava de folga hoje e perguntou se eu não queria sair com ela mais tarde. Claro que eu aceitei, ela era super adorável.

Liam: Quem era no telefone? - perguntou assim que chegou na cozinha

Aquele cheiro incrível invadiu o cômodo, Liam ainda tinha os cabelos úmidos e despenteados, mas estava divinamente lindo.

Eu: Era a Perrie, vou sair com ela a noite. - coloquei o macarrão ao forno

Liam: Humm e posso saber para onde? - sempre curioso

Eu: Não sei ainda, Daddy. Mas quando souber, te aviso. - pisquei pra ele

Liam: Tudo bem. Uau, essa comida está muito cheirosa, me abriu o apetite. Vai demorar muito? - fez biquinho

Eu: Só falta gratinar. Não vai demorar não esfomeado.

Enfim, estava pronto. Coloquei sobre a mesa e aparentava estar delicioso.

Eu: Não quer ver se seus amigos já almoçaram? Talvez eles queiram comer isso aqui – sorri pra ele

Liam: Eu poderia até chamar, mas eu quero ficar só com você. Eu vejo eles todos os dias, almoçamos juntos sempre. Eu quero aproveitar você. - eu olhei pra ele e ergui a sobrancelha- Quer dizer... aproveitar que você tá aqui, sua companhia... - disse atrapalhado

E: Okay, entendi. Vamos comer logo então. - ri

Realmente aquilo estava delicioso. Comemos até não aguentarmos mais. Liam me fazia rir a cada momento. Ele abriu um vinho muito bom, aquele almoço estava ótimo.

Liam: Esse macarrão me lembrou a Dama e o Vagabundo – ele pegou um fio de macarrão e colocou na boca, eu ri e balancei a cabeça negativamente

Eu: Você tem problemas mentais... - disse rindo

Liam: Vamos lá, segura aí na outra ponta. - disse me entregando e eu envolvida com a brincadeira aceitei

Coloquei a extremidade do macarrão na boca e ficamos frente a frente. Eu estava achando aquilo tudo muito engraçado. Começamos a puxar o macarrão e com isso chegando mais perto, ele estava ao meu lado e isso só facilitava as coisas. Ele estava com um sorriso feliz no olhar misturado com algo a mais.

Foi quando nossos lábios se tocaram de leve, nós demos um selinho sem malícia. Nos separamos rindo.

Eu: Uau, merecemos um oscar depois dessa encenação perfeita. - disse debochada

Liam: Poderia ser melhor não é? - sorriu malicioso

Eu: De novo? - rimos, acho que o vinho já fazia um pouco do efeito. Estávamos vibrantes e brincalhões.

Liam pegou mais um enorme fio e repetimos o ato. Agora mais inspirados... eu sorria ao sugar o macarrão. E novamente tocamos nossos lábios... ia me afastar quando sinto a mão de Liam pressionar meu rosto em direção a ele.



Dessa vez o selinho foi realmente mais... intenso e ótimo. Nos separamos com pesar, ainda de olhos fechados. E obviamente depois do ato, eu e ele ficamos sem graça.

Liam: Agora sim, acho que ganharemos uma estatueta do oscar. - disse sorrindo e quebrando o gelo daquele momento

Eu: Dessa vez sim. - dei um sorriso

Retiramos a mesa e fomos lavar a louça. Na verdade Liam lavaria e eu apenas secaria. Estava lá tranquilamente fazendo meu trabalho, enquanto ele cantava algum rap sem sentido. Até que ele me molhou...

Eu: Hey...não acredito que fez isso!!! - disse abismada – Agora você vai ver – fui até a torneira e começamos uma batalha

Liam segurou meus braços e eu tentava molhar mais ele, estávamos ensopados. Fizemos a maior bagunça. Mas não dava para parar de rir.

Liam: Como eu amo suas risadas. Posso te adotar? - disse quando paramos com aquela batalha, ou quase, porque eu molhei ele quando disse isso.

Eu: Caramba Lee... olha o estado dessa cozinha! - paramos espantados. O chão estava ensopado.

Liam: Eu vou chamar uma pessoa para limpar. - foi em direção ao telefone

Eu: Para de ser preguiçoso, garoto. Mãos a Obra. Eu bem me lembro de você limpando a piscina de todos da vizinhança para comprar aquele violão. Cadê aquele menino determinado? - desafiei-o

Liam: Ele continua aqui, só que agora com dinheiro para contratar uma empregada. - riu debochado

Eu: Muito metido!!! Vamos Liam Payne. Suas fãs iria adorar te ver em um avental limpando a casa. - coloquei um avental nele

Começamos e enxugar as coisas e a arrumar aquela bagunça que nós mesmo fizemos. Rapidamente tudo estava em ordem. Deitamos no sofá exaustos.

Liam: Que louco, queria que todas as minhas tardes fossem divertidas assim. - disse de olhos fechados deitado no sofá

Eu: Ahh só fica me elogiando para me agradar. - apertei a bochecha dele

Liam: Não, de verdade. Eu quero você perto de mim. - segurou minha mão e levou até seu coração

Eu achei aquilo extremamente fofo. Senti que meu lugar talvez fosse do lado do Liam... o que? Pirou querida? Olha o que o Liam se tornou? Sou uma ninguém. Nunca daria certo, eu e ele juntos... daquele jeito.

A noite chegou em Londres e estava muito frio. Coloquei uma calça justa, uma blusa de mangas e meu sobretudo. Perrie já estava esperando lá embaixo. Me despedi do Liam e saí.

Perrie me esperava sorridente. Entrei no carro dela e fomos para um restaurante japonês ótimo no centro. Era super-requintado. Tiramos o sapato ao entrar e ficamos confortáveis. Conversamos muito enquanto comíamos a comida maravilhosa.

Perrie: O que foi a Eleanor, naquele dia hein? Parecia que queria ser antipática de propósito. - lembrou abismada

Eu: Verdade, eu fiquei tipo... Oi? O que deu em você? - rimos

Perrie: Ela e a Dani são muito próximas,deve ser por isso mesmo. - bebeu seu saquê

Eu: Mas eu não fiz nada com ela. - disse sem entender

Perrie: Você é muito próxima do Liam, e ela é super ciumenta.

Eu: Nossa, eu não sabia...

Perrie: Mas vem cá, você e o Liam nunca... você sabe... - me olhou de um jeito engraçado

Eu: Ahhh isso? Nós … não, somos só amigos – disse sem jeito

Perrie: É muito difícil existir uma amizade entre um homem e uma mulher sem que aconteça algo, sabe.

Eu: Sei... - abaixei a cabeça e olhei para a mesa

Perrie: Ohh meus deus, você gosta dele não é? - eu olhei para ela com os olhos arregalados

Eu: O que? Não. Enlouqueceu? - estava alterada

Perrie: Dá para perceber que vocês se gostam, quem fica 5 minutos no mesmo ambiente que vocês dois percebe isso.

Eu: Ihh, pirou de vez mesmo. - ri dela

Perrie: Isso é super complicado, mas vai saber... acho que o Liam e a Danielle já se amaram muito, mas as coisas esfriaram, sabe.

Eu: Perry, vamos mudar de assunto, okay? - ela olhou para mim e assentiu

Perrie: Me desculpa, é que eu gostei tanto de você. Que parece que já te conheço a séculos. Teho problemas, não liga não. - nós rimos

Realmente aquele assunto me incomodava mas logo passou. Voltamos ao nosso jantar superdivertido. Quando estávamos saindo do restaurante, a Perrie manda eu olhar para uma direção. Lá estava um grande letreiro iluminado

'' Vidente 24 horas ''

Eu: Até a vidente funciona 24 horas nesse lugar – nós rimos

Perrie: Vamos até lá! - disse animada

Eu: Tá louca? Eu não. Você acredita nessas coisas?

Perrie: Por que não? Vamos lá. - me puxou e nós entramos naquele lugar

Era um pouco escuro e tinha um cheiro esquisito, parecia incenso e algo a mais. Foi quando uma mulher que devia ter seus 40 e poucos anos, nos atendeu, ela se vestia como uma típica cigana.

'' Eu sou a Madame Francine, em que posso ajuda-las''? - perguntou, seu tom era misterioso e me deu um pouco de medo

Eu: Nada, acho que entramos no lugar errado, já estamos indo. - já ia sair quando a Perrie me puxou pelo braço

Perrie: Nós viemos ver nosso futuro. - disse e a mulher sorriu sombriamente

Francine: Não precisa temer nada, minha jovem. - disse para mim- Quem vai primeiro?

Perrie: Pode ser eu. - disse animada

Francine: Vamos lá...

Eu: Você vai usar uma bola de cristal ou algo assim? - perguntei debochada

Francine: Não usamos mais isso, só ás vezes- disse bem humorada – Vamos jogar as cartas para a sua amiguinha aqui e depois será a sua vez. - aquele voz me arrepiava

Ela abriu as cartas para a Perrie, disse que a carreira dela seria de sucesso, porém que investisse em voos solos se quisesse realmente crescer. Na parte dos assuntos do coração dizia que ela teria muitas surpresas pela frente, mas que no fim ficaria exatamente com quem deve estar. ( E que o Zayn ia se casar com uma Directioner Brasileira e abandonar ela! Haha mentira... mas quem sabe)

Perrie: Vai, é sua vez. Não dói não, vai, é legal. - me motivou animadamente

Foi bom para a Perrie que é uma cantora incrível, é linda, tem um futuro maravilhoso. Agora eu... isso vai ser uma dose de depressão a mais para a minha vida.

A Cigana abriu o jogo, na primeira carta, ela já fez uma careta, eu queria ir embrora naquele momento.

Francine: Você tá com uma confusão aí dentro não é? - apontou para o meu coração e eu tremi – Nossa... você tem que organizar todos esses sentimentos, e infelizmente provavelmente você terá que optar entre amizade e amor... Isso pode ser a solução para tudo isso... ou apenas seja o ápice da tragédia

Perrie: Nossa... - disse espantada e eu estava imóvel

Francine: Você é muito orgulhosa... se aprendesse a largar isso e aproveitar as oportunidades que a vida te dá. Seu futuro será próspero.
Aprenda a lutar pelo que deseja, não tenha medo. Se arrisque... isso mesmo... se arrisque

Ahh aquilo tava me apavorando de um jeito, eu estava gelada. Não conseguia mais raciocinar, '' Se arrisque'' rondava a minha mente na voz horripilante daquela mulher. Enfim acabou a sessão, pagamos e estávamos saindo quando a Vidente disse...

'' Cuidado com a inveja das pessoas... elas vão querer roubar aquilo que você tem de mais valioso. ''

Ehhh para fechar a Noite das Trevas com chave de Ouro, parecia que eu tinha saído de um filme de terror. Até a Perrie estava muda ao entrarmos no carro.

Perrie: Isso foi tenso... - disse ao acelerar o carro

Nem fala, logo chegamos no apartamento, ela me deixou na porta. Nos despedimos calorosamente e marcamos de sair outras vezes. Subi até o apartamento e bati na porta devagar.

Liam me atendeu com cara de sono... eu já ia sorrir quando a Danielle surge abraçando ele por trás, apenas vestindo uma camisa dele... É, isso me colocou no meu devido lugar.

Eu: Ahhh Oi Danielle, não sabia que você viria aqui. - disse tentando ser simpática

Danielle: É, essa casa é do meu namorado, acho que não preciso avisar o dia que vou vir. - disse sorrindo, mas eu entendi como uma patada mesmo assim

Eu: É mesmo, bem, eu já vou dormir. - fui rapidamente para o quarto

Liam: A gente estava vendo um filme, não quer ver? - Que diabos de convite é esse?

Danielle: Ahh é Seunome... é um filme romântico. - ela simplesmente se pendurou no pescoço do Liam e o puxou para um beijo

Ele a afastou depois, levemente desconcertado pela minha presença ali na frente deles.

Eu: Ahh não... eu vou dormir. Boa noite para vocês. - disse me virando

Danielle: Com certeza teremos uma ótima noite. - ouvi ela dizer
Eu só entrei no meu quarto, me senti uma estúpida, meu coração doía tanto... Meus Deus, eu ainda gosto dele daquele jeito, eu amo o Liam. Como resolver isso?



Logo as lágrimas começavam a invadir meu rosto... me sentia pesada, minha garganta estava fechada, minha cabeça girava. Isso era um beco sem saída... parecia que eu ia desmaiar quando aquela voz sombria invadiu minha mente novamente...

'' Se Arrisque! '' - Ordenou!

CONTINUA...

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
Eu sei , eu sei... vocês querem o capítulo 33, mas poxa... eu tava com saudades do Lee <3

Eu estou inspirada hoje apesar dos vários casos de plágios que minhas Fanfics estão sofrendo

Gente, se vocês acharem minhas fic por aí sem créditos, me falem please.

Ahhh, então a Kaah Malik me propôs escrever a fanfic dele aqui no meu blog...
Achei uma ideia boa

Alguém mais se interessaria por isso? Escrever uma fanfic de autoria própria ( Claro haha) aqui no Sonhos com 1D??

Coloquem nos comentts, falem comigo pelo twitter, me procurem 

Um beijão especial para todas as aniversariantes da semana, do mês...

Malikisses

@Drirectioner

22 de fevereiro de 2013

One Way ... or Another

Amores da minha vida...
Eu ia escrever capítulo novo, mas quero dedicar essa tarde a ajeitar o blog.

Espero que entendam e espero que eu consiga haha

Malikisses

 Ps: Só um detalhe sobre essa fanfic que eu pensei. A Seunome tem 15 anos, e está perto de completar seus 16... bem digamos que o presente dela vai ser bem Styloso haha

@Drirectioner

18 de fevereiro de 2013

Mini Imagine com Zayn Malik

                                                      ~Imagine Hot Zayn~




       Zayn e eu havíamos brigado – pela quinta vez em dois dias. Era costumeiro que brigássemos e, como sempre, eu adorava o provocar. E hoje não seria diferente, certo?

     Ao acordar pela manhã, com um shorts minúsculo que mais parecia uma cueca boxer masculina, um moletom gigante e cabelo em coque, desci, encontrando Zayn completamente vidrado em seu jogo de futebol. Propositalmente, passei em sua frente, sentando-me ao seu lado e, com toda a delicadeza, pegando o controle. Mudei de canal. Seus olhos se cravaram em mim, como se eu tivesse acabado de xingá-lo ou algo pior.

     - Ei! – berrou ele. – Eu que estava assistindo.

     - Correto – consertei, sem olhá-lo. – Estava. Do verbo não está mais – me virei para ele, sorrindo levadamente e lhe dando uma piscadela.

     Por instinto, me levantei, ficando em pé no sofá assim que ele se inclinou em minha direção para pegar o controle de minhas mãos. Zayn se levantou também, me fazendo correr pela cozinha, vindo atrás em seguida. Percebi que logo ele me alcançaria, então joguei o controle no sofá.

     - Cansei – gritei, subindo o primeiro degrau da escada. – Não sabe brincar, não brinca.

     No momento em que cheguei no segundo andar, sinto braços me puxando e prensando na parede. Suas pernas prenderam as minhas enquanto suas mãos seguravam meus braços no alto.

     - Não estou mais com o controle, Zayn – disse, revirando os olhos.

     - Eu sei – sussurrou ele, perto o suficiente de meu ouvido para fazer com que meu corpo todo se arrepiasse. E ele me deixasse sem palavras.

     Aos poucos, ele afrouxou o aperto em meus pulsos, retirando uma mão e a colocando em minha nuca, me puxando para si, acabando com o pequeno espaço que nos separava. Sem pensar nenhuma vez, deslizei minhas mãos – agora totalmente soltas – por seu peitoral muito bem definido, parando em seu quadril, o apertando e sentindo sua outra mão em minha cintura.

     Lentamente ele aproximou seus macios lábios dos meus, selando-os em um beijo profundo e carinhoso. Suas mãos deslizaram por minhas costas, parando em minhas coxas e as puxando para cima. Entendendo sua intenção, prendi minhas pernas em seu quadril, segurando firmemente em sua nuca enquanto ele, segurando minhas coxas delicadamente, me levava até algum lugar.

     Assim que atravessamos um pequeno e marrom vão de madeira, ouvi a porta bater. Zayn me jogou rapidamente na cama, deitando-se por cima de mim. Nossos beijos, agora, se tornaram selvagens. Suas mãos impacientes passeavam por cada milímetro de meu corpo. Sua língua explorava cada canto de minha boca e eu lhe dava leves mordidas nos lábios.

     Sem querer perder tempo, comecei subindo sua regata branca e, em segundos, ele a tirou. Tive que interromper nossos deliciosos beijos para retirar meu moletom. Ele passara, com desespero, as mãos por minhas pernas. Quando me dei conta, tanto meu shorts quanto minha calcinha estavam em algum canto do cômodo, assim como sua bermuda.

     Em um rápido movimento, meu sutiã se afrouxou. Em segundos, o vi nas mãos de Zayn, que o atirou longe. Senti suas mãos macias acariciando meus seios. Fechei os olhos, começando a me contorcer de tesão. Beijos suaves e leves chupões tomaram o lugar de suas mãos em meus seios, me fazendo, agora, gemer em sussurros. Abri os olhos, retirando rapidamente sua cueca, também a jogando para qualquer lado.

     Uma de suas mãos deslizou por minha barriga, parando em minhas intimidades. Ele começou a acariciar o local, me fazendo delirar completamente.

     - Chega de tortura – sussurrei, sem fôlego. Seu sorriso se abriu enquanto ele consentia.

     Zayn se deitou novamente sobre mim, me dando um selinho longo e estalado. Em seguida me penetrou. 

Seus movimentos eram lentos, calmos. Logo se agitaram, num vai-e-vem constante e cheio de desejo, fazendo com que eu arranhasse suas costas, mas ele pareceu não se importar. Meus gemidos aumentavam – agora eram quase gritos. Subitamente, ele parou, me virando para ficar por cima dele.

     Encaixei nossos corpos novamente, que ficavam sempre tão perfeitos juntos. Comecei dando beijos e chupões por seu pescoço enquanto rebolava lentamente em cima de seu membro, fazendo-o gemer. Quando não aguentei mais, meus movimentos se tornaram rápidos e ele apertava minhas coxas. Instantes depois, atingi meu ápice – sentindo que Zayn também chegara lá. Cai pesadamente sobre seu peito. Em um último gemido, pude ouvir ele sussurrar meu nome.

     - Eu ouvi bem? – perguntei, completamente sem fôlego, acariciando seu abdômen.

     - O que? – seus olhos estavam fechados e eu sentia seu peito subir e descer rapidamente sob minha cabeça.

     - Você nunca disse meu nome quando estávamos, hm... – não que fosse a primeira vez que Zayn e eu fazíamos isso, pelo contrário. Mas os termos “transando” e “fazendo sexo” sempre foram estranhos para mim. Ele levantou as pálpebras, olhando profundamente em meus olhos.

     - E isso significa algo?

     - Talvez – respondi. Zayn arqueou uma sobrancelha, como se perguntasse o que aquilo significava. – Significa que você não vive sem mim – dei um sorriso, mordendo a língua de leve e piscando um olho. Ele riu.

     - É – ele ajeitou minha cabeça em seu peito, dando um beijo no topo. – Talvez você tenha razão – disse ele, encostando o queixo no local que beijara.

     Ficamos ali – ofegantes com respirações alteradas, mas em sincronia, quietos e em silêncio – pelo o que pareceu um longo tempo. Só consegui fechar os olhos e apreciar o momento, junto a clara luz do sol da manhã que entrava pela janela entreaberta.
 
                                                          ~FIM~
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Anjos da minha vida, esse Imagine foi escrito e muito bem escrito pela Gabriella - @IrresistibleWis o blog dela é http://momentosemsonho.blogspot.com.br/

Tem outros Mini Imagines para postar, incluindo o da Brendys ( Não esqueci linda) 

Obrigada pelos já mais de 50 comentários no último post, confesso que fui começar a escrever o capítulo 31 de LT  e... vou ter trabalho com ele, por isso postei esse imagine para alegrar vocês até que eu consiga terminar de escrever.

Malikisses

@Drirectioner


16 de fevereiro de 2013

Last First Kiss com Liam Payne - Capítulo 2


                                                             ~ VOCÊ ON~




Estou me olhando no espelho a uns 20 minutos, acho que nunca fiquei tanto tempo me admirando assim. Meu estômago dói e infelizmente não é de fome. Estou tremendo de medo, não pertenço a esse lugar é tudo tão sofisticado e caro. Sou só uma sonhadora louca com mestrado na arte de ser garçonete. Será que os amigos novos do Lee vão gostar de mim? Nas revistas e na televisão eles parecem ser divertidos e humildes, mas são tão lindos , vai saber se são metidos.

'' Vamos Seunome, morreu aí dentro? '' - gritou Liam me despertando para a vida

Olha pra mim, como sou patética conversando comigo mesma novamente. Arrumei meu cabelo pela quinquagésima vez e sai do grande quarto.

-Estou pronta, vamos? - disse com um sorriso que ''escondia'' meu nervosismo

- Não precisa ficar receosa, tenho certeza absoluta que todos vão te adorar, você é adorável. - ele riu e me deu um beijo na testa

Sorri de volta e pensei comigo mesma, não tem porque ficar nervosa, são só os amigos do Liam, os garotos da banda que ele faz parte. Tal banda que ganhou a maior parte dos prêmios pelo qual concorreu, bandinha que lota estádios enormes em poucos minutos, só uma banda aí que vai se apresentar nos meus programas preferidos, só isso e nada mais.

Saímos do apartamento e simplesmente descemos um andar e já estávamos na casa de um dos garotos que era onde todos estavam naquele momento. Liam bateu na porta e logo o moreno abre a porta, uau os olhos deles são mais lindos pessoalmente. E não são só seus olhos que são lindos... ui, ar?

'' Seunome esse aqui é o Zayn! '' - disse após cumprimenta-lo com um abraço, eu me curvei e demos dois beijinhos.

O Liam fala tanto de você, parece até que nós já te conhecemos ou algo assim, parece uma personagem dos filmes ou quadrinhos. Entrem, os meninos já devem estar chegando. - Nós entramos e sentamos no sofá

- E a Perrie? - perguntou o Lee

-Tomando banho. O Niall acabou de me ligar e implorou por comida italiana, pode ser? Tudo bem pra você Seunome? - sorriu gentilmente e fez um olhar estranho para o Liam

- Eu adoro comida italiana – Isso era uma grande verdade

Eu , Liam e Zayn ficamos conversando por alguns minutos na sala que também era bem moderna e aconchegante, logo uma linda moça loira adentra na sala. Provavelmente é a namorada dele, ela me cumprimenta com simpatia. A campainha toca e Liam se levanta para atender. Em questão de segundos muitas pessoas entram na sala. Eu fiquei meio deslocada enquanto todos entravam se cumprimentando, se abraçando.

'' Essa aqui é a Seunome, pessoas!'' - Liam disse animado

Eu comecei a falar com cada um, com o loiro, chamado Niall, muito fofinho. Tinha também um muito gato chamado Louis junto com a sua namorada Eleanor. Ela me olhou meio estranho ao ouvir meu nome, mas me cumprimentou normalmente. E aí... tinha um garoto, eu me lembre muito bem desse, sempre achei ele lindo pelas revistas mas ao vivo era mil vezes melhor. Harry.

-Nossa, o Liam não me falou que a melhor amiga dele era tão gata – disse ao me dar um abraço inesperado

-Ele fala tanto dela, só esqueceu de falar o mais importante. - falou o Louis risonho e levou uma cotovelada discreta de sua namorada sentada ao seu lado no sofá.

Eu olhei para o Liam e ele apenas fez uma careta como se dissesse '' foi mal, meus amigos estarem te deixando sem graça ou algo do tipo''. Todos nos sentamos em volta da mesinha de centro da sala. Lee sentou ao meu lado no chão da sala. Eles estranharam quando eu sentei lá. Louis pegou algumas cervejas na geladeira e eles começaram a beber. Eu dei alguns goles do copo de Liam, não era fã de álcool, mas todos estavam ali se divertindo, então por que não?

-Não quer um pouco, amor? - perguntou Louis a sua namorada se ela queria cerveja

- Que tipo de garota acha que eu sou?Alguma caipira? Por favor. - disse grossa e saiu da sala

Louis levemente envergonhado pela cena de Eleanor foi atrás dela. Ficou um clima super estranho na sala.

-Mas me fala Seunome, o que você faz lá na França? - perguntou Harry tentando mudar de assunto

- Ah eu sou artista plástica, trabalho com arte e pintura com material reciclado em uma galeria de Arte Contemporânea. E a noite trabalho em uma cafeteria no centro de Paris. Uma correria.

Comecei a contar algumas situações bizarras e digamos interessantes que aconteceram comigo, os meninos pareciam interessados. E a Perrie se mostrou cada vez mais doce e legal. Conversamos muito até que a comida finalmente chegou. Louis voltou a sala e olhou para os pratos sendo colocados na mesa principal. Balançou a cabeça negativamente.

-Me desculpa aí gente, vou lá deixar a Eleanour em casa, ela não está muito bem hoje. Seunome, foi um prazer conhece-la – ele piscou sorrindo simpático e eu sorri em retribuição

Começamos a comer e estava realmente delicioso e obviamente engordativo, mas estava de férias, então estava tudo liberado. Aquele dia foi realmente legal, os meninos era bem divertidos. Quando Louis voltou, pude conhece-lo melhor, ele é muito engraçado. Perguntei onde era o banheiro e fui até lá. Quando estava voltando, sem querer querendo, escutei uma conversa vinda da rodinha de garotos.

Cara, quando você ia me dizer que sua amiga era assim tão linda? - disse Niall animado

-É... ela tá realmente mudada desde a última vez que nos vimos, mas tirem o olho. - disse e fez uma cara de bravo tomando sua bebida

-Qual é cara? Quebra essa aí pra mim? - pediu Harry

-Por que você? Não pode ser eu? Tudo é pra você agora. Já pegou a famosinha lá, agora sossega o faixo. - retrucou Niall impondo sua vontade de ficar comigo? Oi?

Nenhum de vocês vai tocar em um só fio de cabelo dela, entenderam? - disse bravo

De repente sinto uma mão atrás de mim, era a Perrie, perguntou se eu havia achado o banheiro, eu assenti. E os meninos pararam de falar sobre aquele assunto. O que foi aquilo? Poxa, não sabia que o Lee era tão ciumento, sei lá... estou solteira a algum tempo. De vez em quando arrumo alguns franceses por aí, mas nada demais. Não iria ligar de ter um affair com um daqueles dois gatos.

Já era de madrugada e todos decidiram ir embora do apartamento do Zayn e da Perrie, ela foi uma fofa comigo e disse que qualquer hora sairíamos juntas. Fora que ela cantou por 30 segundos e eu quase pirei com aquela voz dela, simplesmente inacreditável. Eu e Liam demos tchau para os outros garotos e fomos para seu apartamento.

-Você fez sucesso com o pessoal, viu? Não precisava ter medo, todos sempre gostam de você. - me abraçou por trás ao entrarmos.

-Não sei quem são todas essas essas pessoas que gostam de mim, se eu bem me lembro na escola, você era praticamente meu único amigo. - o olhei nos olhos

- É verdade, éramos super excluídos. - ele riu – Mas onde estão eles agora enquanto estamos aqui em Londres? - disse vitorioso

- Eles devem ficar se roendo de inveja do seu sucesso, principalmente aqueles idiotas valentões – me deitei no sofá

- Eu nem quero falar deles. - se jogou em cima de mim

Coloquei minhas pernas em cima dele e continuei esparramada no sofá. Fechei os olhos e de repente sinto o peso do olhar de Liam. Abri os meus olhos e o encontro. Dou um sorriso automático. Sentei e ficamos frente a frente sem dizer nada. Um silêncio um pouco perturbador.

-Que foi? - sorri e empurrei seu ombro

-Você tá diferente... - ele não parou de olhar para mim, parecia me analisar

- Como assim diferente? Você acha que não sou mais a mesma? - cheguei mais perto

- Não... - ele riu- Quis dizer que você está mais... ehh – ele parecia medir as palavras

Fiquei olhando pra ele, e parecia que estava se enrolando em pensamentos. Achei melhor parar com aquela conversa estranha e disse que ia tomar um banho para ir dormir porque já estava muito tarde. Saí do chuveiro e fui para o quarto em que dormiria, para a minha fúria, descobri que havia esquecido a bolsinha com meus pijamas. E agora? Coloquei minha calcinha e um top, me enrolei no roupão e fui até o quarto do Liam. Ele já estava pronto para ir dormir,somente com a sua calça do pijama.


-Lee, olha eu te incomodando de novo – disse ao entrar no quarto

- O que houve dessa vez mocinha? - sorriu fazendo uma careta

  • Eu esqueci meu pijama, me empresta alguma coisa confortável para eu vestir – fiz biquinho

    - Pode pegar o que quiser no guarda-roupa- Sorri e fui até lá

  • Uau Liam, quantas trocas de roupa você faz por dia? Umas 20? - disse bem humorada ao me deparar com a quantidade de roupas que ele tinha.

Fiquei procurando, até que encontrei uma camisa grande com o Mickey na frente, uau, isso deve servir. Acho que ele não deve vestir muito essa em público. O mostrei e ele assentiu. Comecei a desamarrar o roupão...

  • Oi? Você não pretende... - rapidamente tirei meu roupão e vesti a camisa do Mickey, olhei para ele sorrindo, mas ele estava com uma cara engraçada.

    - E aí? Ficou bom né? - disse irônica, a acamisa era grande, ficou um pouco acima da altura de meus joelhos.

  • Ficou melhor em você do que em mim, pode ter certeza. - Eu fui até ele e o abracei

    - Boa noite, você não sabe como eu sinto sua falta
Senti as mãos dele envolverem minha cintura fortemente. Ele me puxou até ele e eu fiquei de joelhos na cama entre suas pernas. O apertei forte, como eu sentia falta daquele abraço, do seu perfume. Nos afastamos e eu fui dar um beijo na bochecha dele, mas acabou sendo no cantinho da boca. Foi estranho, surtiu como um choque. Ele me olhou sorrindo mas um pouco surpreso.

  • Vou dormir já. Está bem tarde. - queria sair intacta daquele '' selinho''

    - Tudo bem, amanhã vou te levar para conhecer a cidade. Durma bem – sorriu gentilmente

Peguei o roupão e antes de sair, apaguei a luz e deu o último ''Boa Noite'' para o Liam. Entrei no quarto onde eu dormiria e me enrolei no macio edredom. Não pude evitar sentir o cheirinho bom de sua camisa até pegar no sono.


                                         ~ Narradora ON~



Depois de tanto tempo, dois grandes amigos de reencontraram, eles ainda eram melhores amigos, mas algo estava diferente. O que seria? Liam acordou e caminhou lentamente até a cozinha, estava com bastante fome, passou pelo quarto de Seunome e abriu a porta vagarosamente, fez bem porque ela ainda dormia como um anjo. Abraçado a um travesseiro e com as pernas descobertas. Payne resolveu não acorda-la.

Abriu sua geladeira e começou a pegar várias coisas comestíveis, geleia, queijo, suco de laranja, requeijão, entre muitas outras coisas. Começou a colocar na mesinha redonda que tinha na cozinha. Não sabia fazer café, então tomou seu leite como sempre. Pensou ser a hora de acordar Seunome, quando de repente ela surge na cozinha com cara de sono.

  • Uau, quanta comida... agora você falou a minha língua – disse ao adentrar no cômodo

    - Bom dia, dorminhoca. - sentou- se a mesa

  • - Não sou tão dorminhoca assim, eu estou acordada desde que você abriu a porta do meu quarto. - pegou uma torrada

  • - Nossa, eu te acordei … foi mal

  • Não, tudo bem, não estava totalmente acordada. Mas estou sempre alerta, eu moro sozinha, então acordo com qualquer barulhinho.
  • Seu bairro é perigoso?

  • - Não é um dos melhores lugares da França, mas dá pro gasto. -
  • Por que não para de ser tão orgulhosa? Eu posso te ajudar. - disse em um tom sério

    - Não quero seu dinheiro, Liam Payne. - disse brava

    - Eu sou seu amigo, seu melhor amigo, amigos servem pra isso. - passou as mãos nos cabelos dela

    - Não, não e não. E é melhor parar com esse assunto. Vamos comer. - disse imponente e bebeu seu suco

Liam disse que levaria Seunome para conhecer Londres, mas que iam ter que fazer uma pequena travessura. Uma coisa que Liam não fazia com muita frequência. Fugir dos cuidados de seus seguranças. A garota ficou pronta, usava uma calça que desenhava bem o seu corpo e obviamente muito bem agasalhada, já que estava frio em Londres para variar.

  • Óculos Liam? Nesse frio? Só você mesmo. - disse debochando do ''disfarce'' do rapaz.

Saíram pela garagem, sem avisar ninguém. Seunome estava ansiosa para saber em que lugares seu melhor amigo a levaria. Logo estavam nos principais pontos turísticos de Londres. Liam explicava detalhadamente as coisas.

  • Tá bom Sr. Guia Turístico, já entendi, você já me contou toda a história dessa linda estátua. Agora, quando você vai me levar para um lugar onde você costuma se divertir? - disse ansiosa

    - Calminha aí, está de dia ainda. Vamos sair mais a noite, porém agora você não escapa da coisa mais cliché em Londres – fez mistério

    - O que seria? Tentar invadir o Palácio? Ia ser demais – deu risada

    - Olha a maluquice, eu tenho uma reputação a zelar. Não é nada disso, é a famosa voltinha na Londo Eye.

A garota sorriu e lá foram eles para a fila da grande roda gigante. Liam estava com um boné e de óculos escuros. Algumas pessoas o olhavam como se fosse um ET e não famoso. Estava muito frio e em decorrência disso, tinham poucas pessoas ali, e os que estavam eram em sua maioria turistas. Entraram em uma cabine somente os dois, logo começou a girar. Seunome ficou impressionada com a beleza da vista de lá de cima.

  • Que lindo isso aqui. Obrigada Liam, isso é demais. - o abraçou



Ficaram os dois admirando tudo aquilo por um tempo. Seunome zoou o disfarce de Liam e começaram a falar sobre a banda e de como tudo estava uma loucura na vida deles. Depois de um tempo, Seunome resolveu falar de outra coisa que lembrou.

  • Lee, sabe ontem lá na casa do Zayn? - ele assentiu – Então... eu ouvi, você e seus amigos conversando, a meu respeito, foi meio estranho.

  • - Ahh, eu sei, eles são uns bobos, te acharam muito linda, mas já deixei bem claro que não vai rolar. - disse firme

    - Mas por que não? - questionou confusa

    - Como assim por que não? Você por acaso tem algum interesse nos meus amigos? - ergueu a sobrancelha

    - Sei lá... eles são gatos. - deu um sorrisinho sem graça
    - Ahh eles não querem nada sério, você não é o tipo de garota ideal para o que eles querem.
O passeio da roda gigante chegou ao fim e eles seguiram em direção ao carro, para ir em outro lugar.

  • Mas Liam, você não sabe que tipo de relação eu quero. - disse ao entrar no carro

Liam apenas olhou para sua amiga e começou a dirigir. Ele não queria falar mais nesse assunto. Nem cogitava a ideia de vê-la com seus amigos, isso seria impensável. Não poderia acontecer, ele não permitiria. Eles iriam magoa-la, usar e depois jogar fora, pensou Payne. Chegaram em um restaurante e não tocaram mais no assunto.
O One Direction teria uma reunião para acertar alguns detalhes da nova turnê que fariam pelo mundo, então Seunome resolveu ir pra casa descansar um pouco e esperar Liam chegar para poderem sair na noite londrina.

Seunome estava tomou um banho relaxante na banheira, estava ficando viciada já. Vestiu uma roupa qualquer e foi assistir um pouco de televisão, a tela era imensa e pela primeira vez experimentou a tecnologia 3D à domicílio. Ficou se divertindo com aquele mundo super diferente de sua realidade. 

Quando a campainha tocou. Seunome olhou no olho mágico e viu uma moça do outro lado. Se permitissem que ela subisse, deve ser uma amiga. Abriu e ficou surpresa em ver a namorada de Liam, Danielle Peazer. Que estranhou completamente sua presença ali.

  • Oi, você é a Danielle, namorada do Liam, eu sou... - Danielle entrou sem que deixasse a garota terminar

    - Você é a nova emprega, tudo bem. Cadê o Liam? - disse ao jogar suas várias sacolas de lojas no sofá e sentar- se lá.

    - O Liam teve uma reunião, não vai demorar, eu não sou a …

    - Lindinha, faz um suco de abacaxi com hortelã pra mim. Com gelo , Darling e rápido. - disse imponente

    Seunome ficou sem jeito, por ela achar que era uma empregada. Foi para a cozinha e ficou sem saber o que fazer. De repente para a sua glória ouve um barulho de chaves na porta.

  • Oi Danielle, não sabia que viria. - disse Liam ao se deparar com sua namorada ali.

    - Oi meu lindo, tá cansado né? Senta aqui e relaxa um pouco. - puxou Liam para o sofá

  • Você já conheceu a …

  • Sua nova emprega? Sim, ela está fazendo um suco pra mim, quer um também? - Liam a olhou confuso

  • - Oh não. - disse e se levantou, quando ia chegar na cozinha, encontrou Seunome .

    - Tentei avisar pra ela. - deu risada
  • Danielle, essa não é a nova empregada, é a Seunome, aquela amiga minha. - disse sorrindo
  • OMG. Desculpa!! - gritou
A dançarina fez uma cara de estranheza, olhou para Seunome e fingiu um sorriso e a cumprimentou. Não estava nada feliz daquela garota estar na casa de seu namorado. O Liam falava muito de sua amiga de infância o que deixou Danielle com mais desconfiança. Até mesmo chegou a comentar com Eleanour, uma de suas melhores amigas. Se sentia ameaçada por aquela amizade e faria de tudo para ter Liam Payne só pra ela.

  • Nós vamos a Club 7 hoje, quer ir com a gente? - perguntou Liam a sua namorada
  • Ohh não. Tem ensaio do clipe novo que vou fazer. Você conhece a Britney Spears, Seunome?
Obviamente só perguntou aquilo para se gabar, Seunome percebeu mas apenas sorriu e a elogiou. Liam foi pegar mais chá na cozinha, enquanto as duas continuaram na sala conversando.

  • Nossa, claro que sim, você vai participar do novo clipe? - animadamente

  • - Sim sim, é só um trabalhinho bobo, faço coisas como essa várias vezes no mês. - disse vitoriosa
    - Uau, sua vida deve ser ótima. - disse agora um pouco falsamente

    - É , é sim. O Liam me disse que você trabalha em uma galeria de arte na França.

    - Ah é, mas é mais como um estágio, ainda não é um trabalho.
    - Ohh ops, pensei que era um trabalho de verdade. - disse com certa arrogância

Seunome apenas lançou um sorriso fraco e falso, mas estava bem claro que Danielle não estava sendo gentil com ela. Qual o problema? - se perguntava. Liam retornou e continuaram falando, era incrível como a dançarina fazia questão de tocar em várias partes do corpo de Liam a cada momento. Depois de alguns minutos disse ter que ir embora.

  • Eu comprei algo para você. - disse Liam ao pegar uma sacola
  • Ohh Lee, não precisava, essa loja é super cara. - disse ao ver a marca do lugar onde ele comprara
  • Para com isso. Espero que goste. - sorriu ao entregar o presente

Seunome abriu e era um lindo vestido da sua cor preferida. Era lindo e de muito bom gosto.

  • Nossa, é lindo. Eu amei.
  • Veste ele hoje a noite.
  • Tudo bem.

Alguns minutos depois Liam estava pronto, esperou por alguns minutos sentado no sofá, quando de repente ouviu a voz de Seunome soar na sala. Ele olhou para trás e não piscou. Como ela está linda... - pensou seu consciente.

  • Estou pronta! Vamos? - perguntou com um largo sorriso no rosto
    - O vestido ficou ótimo. - sorriu bobo


                                            ~pensamentos do Payne~
Saíram do apartamento e Paul estava esperando na porta do prédio. Levou eles até uma boate no centro, chamada Clube Seven. Chegando lá, encontraram algumas pessoas, incluindo Andy, que era um amigo em comum.

  • Olha como vocês estão lindos juntos! - gritou Andy ao ver os dois chegando

    - Oi Andy!!! - o abraçou animada

A noite estava só começando e estava muito divertida. Seunome viu Liam bebendo de verdade pela primeira vez na vida. Dançavam muito e cantavam as músicas. Até que Paul chegou perto e disse que era hora de ir. Payne reclamou um pouco mas aceitou ir embora. Chegando no apartamento, Paul ajudou Seunome a levar Liam para dentro.

  • Pode deixar que eu cuido dele a partir de agora, Paul.
  • Tudo bem, boa noite.
  • - Boa noite Paul. - sorriu e fechou a porta da casa

Tirou os sapatos de Liam e quando foi o cobrir o sentiu segurar seu pulso. Tomou um susto.

  • Oi Liam... você me assustou. Dorme bem , tá? - passou a mão em seu rosto e foi saindo

  • - Espera... - ele se sentou na cama e a puxou

  • - Que falar alguma coisa? - obviamente Payne não estava em seus momentos mais sóbrios, porém não estava tão bêbado assim, sabia o que fazia.

  • Não posso dormir sem antes fazer isso.

Segurou Seunome pela nuca e a beijou delicadamente.



CONTINUA...

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
Esse Imagine deve terminar na 4ª Parte. 
O capítulo 30 de LT será postado em breve, não se preocupem! 

Viva la Madrugs, já passa das 4 da manhã e eu aqui escrevendo.

OMG Quase meio milhão de visitas!!! Que trilegal *-*

Malikisses

@Drirectioner