30 de agosto de 2013

~Bamboleiooo bamboleiaaa ~

Hey cupcakes...

Um Malikiss especial para quem ainda se lembra dessa capa...



Então, o blog vai completar 1 ano.

E isso pra mim é a maior loucura possível, me lembro de quando decidi criar um blog para postar minha primeira fic, Tem que ser você. De quando ninguém o conhecia ainda e depois do nada, foram aparecendo pessoas... e pessoas... e depois ahh bem vocês meio que sabem o que aconteceu.

Vou parar de blah blah blah, se não vou começar a chorar.

Só quero dizer que eu, minhas postadoras mega talentosas e quem mais quiser participar vamos estar fazendo do Mês de Aniversário do blog Sonhos com 1D, o melhor possível.

Já no dia 1º de setembro vou começar a postar mini imagines, imagines hot e tal... assim como as outras postadoras.

Quem quiser me mandar algum imagine aqui meu e-mail : adrielle-1995@hotmail.com

Tenho 2 longfics agora, uma com o Louis que eu estou escrevendo a um tempo e outra com Liam, que eu comecei a escrever ontem mas cara, eu tô muito envolvida, não vou nem falar muito para não deixar vocês ansiosas demais.

Enfim... só passei para dizer: Fiquem de olho no blog no Mês de Setembro, o Mês do aniversário do Sonhos com 1D, terão bastante coisas legais para fazer vocês sonharem ainda mais.

O aniversário é dia 8 de setembro, mas acho que nesse dia eu vou estar chorando em algum canto da casa

hahahah

Ahhh Sigam e indiquem o blog pfvr #META #700
Malikisses

Drica :3

29 de agosto de 2013

Happy B-Day Liam ♥

Obs: feito por mim!

— Liam?

Liam: Hum...?

— Sabe... Hoje você completa vinte anos...

Liam: É eu sei... ~ sorriu ~

— Vamos voltar?

Liam: Hãn?

— Vamos volta no tempo... Reviver o 2008 e pular para 2010, assistir todos vídeos seu e dos meninos na escada e lembrar que a anos atrás, te menosprezavam... E hoje ver que você deu a volta por cima e mostrou a todos que as palavras deles não te derrubaram... E que tem milhões de pessoas que te amam... Que te desejam feliz aniversário, e que te querem muito bem... ~ ele sorriu ~ "Daddy"?

Liam: Oi? ~ a encarou ~

— Feliz aniversário!

@HeartColdness – Bianca...
~ como eu queria dizer o quanto te amo... ~

Happy b-day Good Boy

Parabéns meu príncipe!!!!!!!!! Nem acredito que hoje você faz vinte aninhos! Em pensar que 3 anos atrás eu estava te vendo pela primeira vez (não assisti em 2008) no "The X Factor"... Nossa como o tempo passa rápido! Eu só queria desejar parabéns para a pessoa que nunca desistiu dos seus sonhos, mesmo quando eles pareciam impossíveis. Eu quero dar parabéns para a pessoa que nasceu praticamente morto, que tomava 32 injeções todo dia, que passou anos com apenas um rim, que sofreu bullying na escola por ser gordinho, que fez uma festa de 16 anos e convidou a escola e ninguém foi, que foi rejeitado no TXF em 2008, que chorou vendo Toy Story que agora é um dos melhores cantores do mundo e está na melhor boyband da face da terra. Liam, você não é só um exemplo de vida e de superação, mas também o meu heroi! Liam, continue sendo esse menino lindo, educado e fofo de sempre. E que nós sempre estaremos aqui do seu lado para o que der e vier. Liam nós te amamos! E que todos os seus sonhos e desejos se realizem! Feliz aniversário Liam James Payne, meu eterno Woody, good boy e Daddy Direction!!!!!!!!!!!!!!!!





Moments - 10º Capítulo: Marry me?


 Niall passou a manhã toda na sacada do quarto, observando o arrumado e confortável hotel em que estávamos hospedados ser lento e calmamente rodeado por fãs, que declaravam cada vez mais, com gritos altos e estridentes, seu amor por nós. O fato de um integrante desejado estar à vista dos fãs só fez com que a barulheira aumentasse.

- Ali! – gritou Niall, olhando para a multidão enlouquecida logo abaixo. – É ela – corri até ele, acompanhando seu olhar e tornando os gritos ainda mais ensurdecedores.



Depois de sorrir e acenar para o enorme grupo que se formara, avistei a tal garota que prendera a atenção de Niall. Ela era, sem dúvida, deslumbrante. Seus olhos brilhavam e seu sorriso era angelical. Ela segurava uma placa que, depois de estreitar bem os olhos para conseguir enxergar direito, consegui ler “Marry me, Niall? I love you, my leprechaun :) x” Dei mais alguns tapas nas costas dele, sorrindo maliciosamente.

- Vai aceitar o pedido? – brinquei, mas sem obter resposta. Sendo assim, dei tchau para os fãs e entrei, observando Niall hipnotizado. Agora só não sei responder se era pelo cartaz ou por quem o segurava. Tenho minhas dúvidas de que seja a segunda opção...



Pouco a pouco os meninos foram se levantando, também estranhando o fato de Niall não ter os acordado. Zayn foi tomar banho, Harry desceu e Louis se sentou ao meu lado na cama, olhando o rapaz parado na sacada.



- O que ele tem? – perguntou Louis que, assim como eu, não acreditava na quietude de Niall.
- Obsessão por uma garota que ele nem sabe o nome – respondi calmamente, atraindo seus olhos confusos. – Ele a vê em todo e qualquer lugar, mas – fui brutalmente interrompido por um Harry curioso pulando atrás de nós para ouvir a conversa alheia.


- Quem? – perguntou ele. Depois de o olhar com cara de bravo por me interromper, apontei para Niall, ainda parado lá, no mesmo lugar, sem ter mexido um músculo sequer.
- Como eu estava dizendo – continuei, fazendo Harry também observar Niall. – Ele não tem a ousadia e cara de pau de Harry para chegar nela. Ou mandar um segurança fazer isso – Louis começou a gargalhar, tornando sua risada mais alta e escandalosa a cada olhar feio que Harry dava para um de nós. Curioso pelas risadas, Niall se aproximou, sorrindo.
- De que estão rindo? – perguntou ele, demonstrando sua curiosidade extrema. Zayn chegou atrás dele, apenas de boxer, enxugando os cabelos com a toalha e sorrindo.


- De você – respondeu Harry, com a maior inocência. Bem, só com a cara mesmo, já que de inocente ele só tem isso. Niall franziu a testa, sem entender, assim como Zayn. – Obcecado pela garota e nem faz nada – Harry riu, fazendo surgir um sorriso levado no rosto do irlandês.


- Que pena que não sou o safado do Styles – dizendo isso, Niall correu pela porta, em disparada, sendo perseguido por Harry, completamente furioso.

E isso fez Louis, Zayn e eu gargalharmos bastante, principalmente quando Niall voltou quase sem fôlego e com o mesmo sorriso, trancando Harry para fora por cinco longos minutos enquanto este batia e gritava desesperadamente para entrar.


Alguns dias depois do beijo inesperado, fui até a casa de Andy chamá-lo para andarmos de bicicleta no parque, como de costume, mas ele não estava. Foi a primeira vez que vi Julie depois do ocorrido no parque (quanto parque, meu Deus!).

- Posso falar com você? – pedi a ela, me sentando no sofá para esperar meu amigo que tinha ido ao mercado, ou a padaria, não sei. Depois de revirar os olhos e bufar, ela finalmente consentiu. – Por que fez aquilo, no parque? – perguntei baixinho, com medo de alguém escutar.


- Queria saber como é beijar, já que todas as minhas amigas já beijaram – ela respondeu com indiferença. – E você era o garoto menos idiota que conheço – ela me olhou, sorrindo desdenhosamente.
- Menos idiota? – perguntei, incrédulo. Como assim “menos idiota”, sua doida varrida? Você que veio me beijar e depois disse que me arrebentaria se eu contasse para alguém, e o idiota sou eu?


- É – respondeu ela, virando-se para mim e dando leves tapinhas em minha bochecha. – Considere-se sortudo por isso – ela sorriu e saiu andando. Minutos depois Andy chegou, dando um sorriso surpreso ao me ver ali.


O show daquela noite foi incrível e surpreendente. A animação, principalmente por parte das fãs, era completa. Elas faziam total questão de nos acompanhar em cada verso de cada música, sempre gritando ao extremo no final de cada canção, um fato que nos deixava ainda mais empolgados.
Saímos do palco completamente suados, ouvindo gritos eufóricos do nome da banda. A sensação era extasiante!

- Isso foi... Isso é... – Zayn nem conseguia terminar a frase, de tão maravilhado que estava. Todos nós estávamos.
- É incrível! – completou Louis, com olhos brilhando igual ao de cada um de nós. – E merece comemoração!


Niall simplesmente amou a ideia, pois todas nossas comemorações se resumiam em três pizzas grandes com cinco litros de refrigerante e algumas barras de chocolate. E hoje não seria diferente.


Já era fim do ano escolar. Desde aquele dia de explicações sobre o tal beijo, Julie e eu não trocamos uma palavra sequer, nem no aniversário de Andy, algumas semanas atrás.
Andy e eu estávamos mais que animados. No outro ano estaríamos na 7ª série, o que era sinônimo de adolescência e puberdade para nós. Tão novos, tão ingênuos. Foi nessa época que começamos a ver as garotas com outros olhos, as apreciando e admirando. Mas nenhuma me encantava tanto quanto Maria, que, infelizmente, era melhor amiga de Julie.
Estávamos sentados em um banco, no intervalo, aproveitando nosso último dia de 6ª série, quando Maria se aproximou de nós, acompanhada de duas garotas estranhas e com cara de patricinhas nojentas e metidas. Preciso dizer que esse foi o dia que deixei de gostar dela, passando a ignorá-la total e completamente.

- Liam! – disse ela, sorrindo, enquanto Andy ainda procurava alguém.
- Cadê a Julie? – perguntou ele, a interrompendo.
- Ela não faz mais parte do grupo – respondeu uma das garotas, rispidamente.
- Por quê? – perguntei, já sentindo um certo receio pela garota à minha frente.
- Porque eu não quero – retrucou Maria. – Mas ela nos contou um segredo. Acho que o maior deles – ela sorria malvadamente, me fazendo estremecer.


- Um segredo? Como assim? – perguntei, curioso e ao mesmo tempo tendo nojo de Maria e seu bando. Ela olhou para os lados e deu outro sorriso idiota.
- Julie gosta de você, bobinho! – Maria disse isso em alto e bom tom, saindo rapidamente dali com suas “maléficas seguidoras” nojentas e tão irritantes quanto a “chefe” idiota. Mas, no momento em que saiu da minha frente, vi Julie logo atrás, parada com as mãos na boca e os olhos cheios d'água.






Oooooooooooooooooooi? Julie? Como assim, gente? Que menina mais doida!
E vocês? O que estão achando dessa fic mais do que maluca?
Desculpem só postar hoje, é que terça não parei em casa e ontem fiquei 7 horas no hospital, esperando ser atendida, porque to com dor de garganta =/

Bom, me perguntaram o porquê do nome da fic ser Moments: é porque o Liam lembra do passado dele, tipo a música "Moments in time..."

E parabéns ao nosso boy da fic <3


Sabem esse garoto ai da foto de cima? Então, hoje ele está completando 20 anos.
Eu não sei se choro porque nosso menino cresceu ou se fico feliz por isso. Nosso garoto, o responsável da banda, que já tomou 64 injeções por dia, que um rim tinha parado de funcionar mas voltou há um ano, e que, agora, é desejado e amador por milhões de garotas no mundo todo.
E ainda me perguntam porque o amo, porque ele é meu orgulho. Ele é meu herói simplesmente por ser Liam James Payne, o garoto que foi desclassificado do X Factor de 2008, que conquistou o Reino Unido dois anos depois e que hoje conquista o mundo!
Eu te amo, Lee <3

28 de agosto de 2013

Nosso Lee :3

1, 2, 3 flick...

29 DE AGOSTO *---*



Senti vontade de escrever um pouco sobre ELE... quando o vi pela primeira vez em um dos clipes da sua
banda soube que ele era especial, acho que são seus olhos, seu sorriso, sua pose de menino certinho misturado com sua doçura levemente infantil. Talvez, não sei bem o que foi. Mas ele se tornou o meu preferido, sempre que assistia clipes, vídeos, entrevistas, era nele que minha atenção mais se focava. Seu comportamento, suas risadas, seus olhares, sua voz... ahh sua voz. Ele fez Simon Cowell se erguer e aplaudi-lo de pé em sua audição e eu acompanho os programas em que Simon participa, ele realmente não faz isso para qualquer um. Não mesmo. E isso é a última coisa ELE é, qualquer um. Não mesmo.



 Desde seu nascimento ele teve complicações que o afetaram até os dias de hoje, sofreu em sua infância com os abusos de pessoas cruéis mas tudo isso é passado. E hoje ele é apenas o cara que os outros caras morrem de inveja haha

O mais louco é que ele consegue encantar a todo momento, me lembro de suas twitcams uau, ficava me perguntando se esse garoto realmente existia, se não era nenhuma miragem ou alucinação. Como alguém podia ser daquele jeito? Era perfeição demais, sei que ELE tem defeitos, bem, deve ter bastante, ninguém é completamente perfeito, mas eu pelo menos não consigo vê-los daqui de onde estou.



ELE nasceu para brilhar, sei disso. Queria poder cuidar dele de perto, mas fico daqui mandando boas vibrações. Ocorreu um estresse dias atrás, tive vontade de bater em muitas pessoas, nas que o irritaram, na galinha pintadinha que tá andando com ele e até mesmo bater nele. Mas isso meio que passa... e eu só consigo o amar mais ainda.

Isso é o que ele faz... ELE... o Liam James Payne, Liam Payne ( Student, 16 ), Daddy, Leeyum, Leeroy, batman das directioners... meu Lee <3

Ele não sabe mas eu o amo, não somente eu tenho certeza.
Mas quero que sinta agora, um conforto em seu coração, essa é a energia que estamos mandando para ele, pela sua felicidade, pelo seu sucesso, pelo brilho dos seus olhos.
Lee te amamos muito!!! Você faz parte de nossas vidas, você mudou nossas vidas!

ahhhh caraaa, eu tô muito emocionada, ele é meu preferidoooo *---*

Malikisses da Drica

#META DE SEGUIDORES #700 Indiquem pfvr meninasss
Estou preparando surpresinhas para o aniversário do blog :3

Se ainda não leram o capítulo 14 CLIQUE AQUI

@Drirectioner

Wishlist - Capitulo 16: Louis...

No capitulo anterior...

    [...]

- O que você acha de assistir o filme lá em cima? - Ele me olhou maliciosamente e eu corei.

                                                                                                                                                      *****

Harry on

  Vou fazer uma surpresa para a Ana. Espero que ela goste... Mas fazer o que? Hum... Já sei! Vou aparecer só de cueca pra ela e pedir pra gente assistir o filme no meu quarto. Tomara que de certo.

 - O que você acha de assistir o filme lá em cima? - Ela corou. Esperei sua resposta, mas ela não disse nada. - E então...

 - Sim. - Ela falou  rápido e de um jeito estranho. E ela também estava vermelha. - Vamos?

 - Sim, claro. Mas... - Olhei maliciosamente de novo e dessa vez ela me olhou assustada. - Calma. Não precisa ter medo. Eu ia dizer que quero te levar no colo lá pra cima. Também sou um cavalheiro, sabia? - Ela riu.

 - Tudo bem. Mas se correr na escada comigo eu juro que te mato.

 - Ihh... Então eu vou morrer. - Peguei-a e subi correndo e a mesma gritava para eu parar. - Chegamos. E sabia que você é bem pesadinha? - Falei colocando-a na cama.

 - Muito engraçado, senhor Styles. - Ela disse amassando o meu cabelo.

 - Cuidado com os meu bebês! - Disse imitando a voz de uma mulher.

  Nós decidimos assistir "American Pie". Nós ficamos deitados comendo pipoca um ao lado do outro. Quando chegou a primeira cena quente eu olhei pra ela e ela olhou pra mim, e começamos à rir.

 - Filme legal, né?! - Eu disse

 - É... bem legal.

 - Principalmente essa parte - Me aproximei e ela recuou.

 - Desculpa. Eu sou virgem. Ainda não estou preparada.

 - Tudo bem eu te espeito.

Seunome on

  OMJ!!!!!!!!! Esse é simplesmente o melhor encontro da minha vida! O Niall nem se compara com aquele imbecil do Thomas. Ai, como eu queria que esse encontro durasse mais ou melhor para sempre.

 - Que tal nós irmos a minha casa? - Niall disse beijando o meu pescoço.

 - Não sei...

 - Ah, é, você não sabe... - Disse me agarrando.

 - É. Eu não sei. - Dei um selinho. É claro que sim, seu bobo. - Selinho.

  Nós desemos e entramos no carro. E começou a tocar BSE. " And we danced all night to the best song ever..."  .

E em menos de meia hora nós chegamos. Na verdade não era uma casa, era um apartamento. Com um estilo meio rústico, bem a cara do Niall..

 Nós fomos para o quarto e no caminho ele beija meu pescoço e dava umas mordidas de leve na minha orelha. Quando finalmente chegamos, ele foi tirando a minha roupa e quando me dei conta já estávamos semi-nus. Ele falava coisas lindas no meu pescoço e eu também gemia um pouco. Os movimentos dele não são brutos, ele é realmente um príncipe. E finalmente nós ficamos completamente nus. E quando nossos membros se tocaram eu me senti nas nuvens... Até que der repente a porta se abriu:

 - O que vocês estão fazendo? - Louis disse entrando no quarto.

 - O que você acha, Louis?! - Niall disse irônico. E eu não sabia onde enfiar a cara.

 - Ahh... Atrapalhei né? Desculpa. É que o Simon está te procurando e como você não atendia...

 - Você veio aqui e estragou o nosso 69! - Eu disse.

 - Pois é... Bom, eu já vou indo... E Niall, liga pro tio Simon. - Disse se retirando.

 - E onde nós paramos? - Ele disse se aproximando de mim.

 - Eu acho melhor eu ir embora... Você pode me levar pra casa?

 - Tudo bem. - Ele disse cabisbaixo.

No dia seguinte (narrador on)

Ambos Harry, Niall, Ana e (Seunome) ainda estavam dormindo, mesmo o relógio marcando 11hs. E inclusive, o ser mais preguiçoso do mundo, Zayn, já estava acordado. Mas a alegria foi acabada. Dona Carla acordou as meninas. Anne ligou pra Harry avisando da chegada de sua irmã a Londres. E Margarett precisa arrumar o quarto de Niall, e acordou o rapaz com um balde d' água fria.

Todos eles acordaram, se arrumaram, tomaram café e foram para as suas respectivas atividades. Porém quando Ana e (Seunome) estavam saindo de casa, um certo rapaz apareceu:

 - Você não vai fugir de mim! - Disse Thomas segurando com força o braço de (Seunome) enquanto a mesma gritava. E depois ele saiu.

 - Eu odeio ele! - Ana disse irritada.

 - Bom, ele que vá se ferrar. - Disse debochada.

 - Falou tudo, amiga! A gente não deve perder tempo com esses idiotas.

 - É. Agora deixa ele pra lá e vamos ao salão. Meu cabelo está horrível!

 - Ai, o meu também. Vamos.

 As meninas foram caminhando até o salão, pois o mesmo situa-se próximo a casa das meninas. E Thomas ficou olhando-as do portão de sua casa. Ele parecia está planejando alguma coisa. Resta saber o que.

Louis on

Ainda estou me sentindo mal por ontem. Eu estraguei tudo entre o Niall e a (Seunome). E também porque o Simon não disse o que queria com o Niall. Odeio esses segredinhos. Mas agora chega de ficar pensando nesse assunto! A Eleanor já deve está chegando. Ela disse que tinha uma coisa importante pra contar. - Campainha toca - É ela! O que será...

 - Oi amor. - Disse abraçando-a.

 - Oi. Podemos conversar um pouco.

 - Claro. - Nós entramos e sentamos no sofá.

 - Bom... Louis eu...

Ana on

Nós estávamos no salão fazendo o cabelo, as unhas e tal... Até que recebi uma mensagem da Mari: " Preciso falar com você sobre aquele assunto. Me liga!". E então eu liguei para a mesma.

Ligação on

 - Alô?

 - Oi Mari. Você queria falar comigo?

 - Sim. E a (Seunome)?

 - Ela continua na mesma. Nada de tratamento!

 - Ai, que droga!

 - Mas ela ficou um pouco triste depois disso tudo...

 - Já é um começo. Vamos torcer para dar certo.

 - É. Mas agora eu tenho que desligar. Tchau.

 - Tchau. Beijos.

Ligação off

 - Falando com quem Ana? - (Seunome) falou.

 - Com a Mari... Ela tá bem triste.

 - Hum... Só isso mesmo? Ou vocês estão escondendo alguma coisa de mim?

 - Como assim?

 - Já é a segunda vez que você quer falar a sós com a Mari!

 - Bom é que... Eu não gosto de falar ao telefone com alguém atrás de mim. Nada de mais.

 - Sei... Vamos voltar pra lá então?

 - Sim, claro. - Nós fomos andando de volta e (Seunome) estava com uma cara desconfiada.

Acho melhor eu mandar uma mensagem pra Mari que a (Seunome) está desconfiada... "Mari, a (Seunome) está desconfiando das nossas conversas. É melhor a gente ficar falando apenas por mensagens."

                                                                   ****

Oi gente! Esse capitulo eu escrevi com a ajuda da minha amiga, Karina. E sobre quem vai ser a (Seunome), a ganhadora foi a Demi e a Avril. Mas uma garota disse que queria a Nina Dobrev, então eu pensei em ficar alternando entre as três. O que vocês acham? Bom, comentem bastante e fiquem agora com os nosso lindinho. Beijos e até o próximo capitulo. 

Little Things - Capítulo 14: Party and bullshit! - 2ª Temporada

                              ~ Narrador On~

Jogamos bonitooo!!! Uhulll Ronaldinho!!

Dia 8 o blog completa 1 ano de existência, e eu estava querendo bater as 3 milhões de visualizações... só consigo com a ajuda de vocês, indiquem o bloguinho pleaseee e se ainda não seguem, sigam pfvr
~ Ahhh <3 para os que vaiaram apenas #chupem essa~ 

O lugar estava lotado, todos da escola haviam sido convidados para a festinha de última hora de Niall Horan, mas a grande maioria fez questão de vir. Muitos dançavam, outros preferiam ficar jogando conversa fora com os amigos, alguns na paquera, e outros bebendo um pouco...

Maya foi e ela estava no grupo dos depressivos se é que existia esse grupo coexistindo lá, mais provável que não, ela era a única triste naquele lugar. Por que ela foi afinal? Nem mesmo ela sabia, só queria ter certeza de que aquela história de acabar o namoro foi uma loucura temporária da cabeça de Niall.

  • Afinal cadê ele? Já são quase meia noite e ele não chega. - perguntou Maya a Maria que estava ao seu lado

  • Ele já tá aqui May, ele tava perto do bar em algum lugar, cara, como esse lugar tá lotado... - se levantou dando uma olhada geral no ambiente

  • Pega um drink pra mim? - disse passando a mão nos cabelos  aparentemente nervosa

  • Claro que sim. Com suco de cranberry?

  • Aham, é o que eu preciso. - Maria sorriu como gentileza e foi até o bar pegar o drink para sua amiga

Enquanto Maria se dirigia ao bar encontrou Seunome voltando do banheiro com a cara de quem viu um fantasma. Ela ajeitava o cabelo e estava realmente pálida. Caminhou até ela e percebeu que a amiga estava desequilibrada quando ao tocar em seu ombro, Jones deu um grito de susto.

  • Calma.. sou eu, o que aconteceu? - perguntou assustada

  • Ah Maria, não foi nada, eu só preciso de água por favor. - as duas foram até o bar

  • Sério Seunome, parece que você viu alguma assombração... o que houve? - disse pegando o drink de Maya que ficara pronto

  • Nada, já disse. Eu só acho que vou embora. - falou e andou com sua amiga até onde estava Maya

As três amigas ficaram conversando sobre assuntos aleatórios e tentando acalmar Maya que estava uma pilha de nervos por estar naquela situação. E foi então que Seunome pôde contar o segredo que estava guardando a algumas horas.

  • Genteee, tenho uma grande surpresa. - disse comemorando ao ver a mensagem que havia acabado de receber

  • O que foi? - Maria a olhou curiosa e Maya também

  • A Elis...

  • O que tem ela? - perguntou Maya

  • Ela está vindo pra cá!!! - disse calmamente

  • O que???

E nos próximos minutos foram gritinhos e abraços, elas não acreditavam que sua amiga estava a caminho, depois de meses longe em seu estágio em Londres. Enfim conseguira uma folguinha.

  • O Louis vai ficar mega feliz, eles estão em uma fase boa né?

  • Depende do que você interprete como fase boa Maria. - Seunome rebateu

  • O Louis não foi a Londres a umas 2 semanas? - questionou Maya

  • Foi, mas tipo... ele ficou meio balançado, está feliz por ela. Mas querendo ou não, ela formou uma nova vida. Ao qual ele não faz parte, pelo menos não diretamente. - falou Seunome

  • Ela já tá perto?

  • Aham, daqui a uns 15 minutos, ela está aqui.

Foi muito rápido, quando deram por si. Elis já estava lá com seu sorriso e jeito encantador abraçando suas amigas.

  • Nossa, foi difícil encontrar vocês aqui. Tá tudo lotado. - disse quando terminou de abraçar calorosamente cada uma.

  • Verdade, a escola inteira está aqui. - concordou Maria

  • Ai quero ver o Louis, eu não avisei a ele que vinha. Então... - disse com um sorriso nos lábios

  • Ele vai ficar tão feliz :3 – as meninas concordaram com Seunome- Vamos procura-lo por aí.

Elis seguiu Seunome e as duas foram dar um geral na festa. Para achar Louis e fazer uma grande surpresa para ele.


Niall apareceu com Liam e Dave rindo muito perto de onde as meninas estavam, bem animadinhos e tentavam animar a festa que por si só já estava incrível.

-Niall!! Niall!!! - gritou Maya em direção a ele que apenas olhou pra ela e depois voltou a dançar com seus amigos, o ignorando.

  • Amiga, calma, ele só quer aproveitar a festa dele. Vamos embora e outro dia vocês conversam com calma. - aconselhou Maria - vai ser melhor assim. - Maya olhou para ela com um olhar raivoso

'' Vai ser melhor assim'' – foi isso que Niall disse ao terminar o namoro. A garota saiu dali furiosa e caminhou atropelando as pessoas na pista até onde Horan estava

  • Niall James Horan!!! Eu quero falar com você agora – gritou ao máximo que podia. Niall a ouviu mas usou a música alta como desculpa de que não a ouvia e continuou rindo e dançando
Furiosa ela segurou em seu braço e o puxou o mais forte que pode, mas ele quase não se moveu. A olhou como nunca antes, era com certeza um olhar de mágoa misturado com sofrimento. Mas o que Maya interpretou desprezo o que deixou ela perturbada.

  • Não vou com você Maya, já disse tudo que tinha para dizer essa tarde. Acabou! - falou para que ela ouvisse
Logo Maria chegou perto a segurando para evitar maiores desastres. Disseram para ela ir tomar um ar e depois voltar. Foi exatamente isso que ela fez, mas o invés de voltar foi apenas para casa.

  • Niall... não acha que você foi meio duro com a Maya? - perguntou Liam fazendo uma cara triste

  • Ahh Liam, ela só pisou em mim nas últimas semanas, eu só quero curtir minha festa. Será que isso é pedir muito? - logo após dizer mais amigos chegaram e ele caiu na festança.

Maria voltou para a festa depois de colocar Maya em um táxi e encontrou Liam. Zayn chegou perto com a namorada dele e a garota explicou que sua irmã por motivos de força maior teve que ir embora.
  • Eu nem sei porque a Maya veio na verdade. - disse Zayn
  • Ahh deve ser porque ela tá desesperada agora que tá solteira. - disparou Vick e olhos se reviraram de desprezo ao que ela disse

  • Vick... porque você não vai ali no bar e pega um drink pra mim? - falou da maneira menos gentil que pode mas a garota parecia estar cega por ela.

  • Claro Zaza... qual você quer? - perguntou se alisando nele

  • Qualquer um, só vai lá... - disse e Liam e Maria tiveram a impressão que ele somente empurrou ela em direção ao bar

  • Maria... então, eu sei que você e a Bia são muito amigas e tal...

  • Aham e daí? - questionou desconfiada e deu um gole de seu drink

  • Por que ela não veio?- perguntou em um som quase inaudível, Liam deu uma risadinha para Maria

  • Você sabe que a Bia não é muito de balada e além disso ela ia se encontrar com o Austin. - o casal logo percebeu o desapontamento de Zayn
  • Ah tá. Okay... - disse cabisbaixo.

  • Zaza, meu amor... aqui está seu drink – Vick gritou animadamente

Zayn apenas pegou o drink e o virou em menos de 1 minuto. Liam e Maria foram dançar um pouco mais. Enquanto isso, Rafaela resolveu colocar seu plano de conquistar Louis em prática e percebendo que o garoto já estava mais para lá do que pra cá, tudo ficou mais simples.
Rafaela se aproximou de Louis bem devagar, ele e Harry estavam conversando mas foram interrompidos pela garota.

  • Oi meninos... - disse parecendo até gentil

  • E aí? - disseram sem dar muita bola

  • Louis , eu posso falar com você? - sussurrou em seu ouvido

  • Fala ué. Quem tá te impedindo? - disse sem nem olhar pra ela

Harry se distraiu com outros amigos dele e ficou lá conversando. Enquanto isso Rafaela se ajeitava ao lado de Louis em um dos sofás confortáveis e propositais da boate.
  • Sabe... eu tenho te observado por bastante tempo – falou passando a mão na coxa de Louis que por conta da bebida estava tendo um processamento bem lento

  • Ah é? Que legal. - deu uma risadinha e bebeu mais um gole de sua bebida

  • E você Repara em mim? - falou depositando um beijo quente no pescoço do garoto

  • Olha lá... não faz isso... - a garota se aproximou mais e disse em seu ouvido

  • Só farei o que você tiver a fim... - nesse momento Louis deu uma risada e olhou para frente
Foi nesse momento que seu corpo gelou, encontrou aquele olhos furiosos e magoados quase lacrimejando. E então os lábios que ele tanto amava pronunciaram as seguintes palavras: '' Muito bem Louis. Parabéns por isso. Obrigada!''

E então Elis apenas correu para algum lugar seguro. Louis saiu de seu transe e se ergueu no ar.

  • Não... Elis... - gritou e todos da rodinha dos amigos perceberam e só observaram Louis se movendo na multidão

Harry ficou alerta e se levantou... viu Seunome passar quase em sua frente. Imediatamente segurou seu braço e a puxou para perto dele. Ela teve um susto com isso e ao ver sentiu vontade de espancar ele ali no meio de todo mundo.

  • Me solta Harry... - ao dizer isso Seunome olhou bem para aqueles olhos e se lembrou do que ocorreu a alguns minutos atrás.

~ FlashBack VOCÊ ON~

Eu estava muito animada para a festa do Nini, sabia que ia ser muito divertida. Fiquei triste pelo fim do namoro dele com a Maya mas tinha e tenho esperanças de que eles vão voltar. Estava quase arrumada quando saí com o vestido aberto chamando pela Anne.

  • Anne... Anne... - nisso o Harry saiu do quarto dele e por algum motivo tudo havia mudado.

  • Minha mãe não tá em casa, ela saiu. - ele falou com aquela voz e só entendeu olhei para o que ele estava vestindo ou deixando de vestir
Estava com os cabelos ainda um pouco úmidos, sem camisa, com uma calça jeans que eu adorava, ela ainda estava aberta revelando uma boxer preta.

  • Você quer ajuda para fechar o vestido? - ele perguntou e sim, era exatamente para isso que eu procurava Anne.

  • Ah deixa pra lá. - falei entrando no meu quarto novamente

Estava indo em direção a minha cômoda para pegar uns brincos quando sinto aquela presença, aquela respiração em minha costas.

  • Ah que isso... pode deixar que eu fecho o vestido para você. - falou sem avisar e me arrepiei ao sentir aquelas mãos grandes tocando minhas costas
Ele segurou em minha cintura lentamente, puxou um pouco o vestido e foi subindo o ziper bem devagar. Até então tudo bem... mas ao terminar senti os lábios dele tocarem minhas costas e inspirando um pouco meu cheiro. Me assustei e me afastei segundos depois que percebi sua ação.

  • O que está fazendo Styles? - tentava controlar minha respiração

  • Te ajudando, só isso. A propósito, você está linda. - ele deu um sorriso daqueles e saiu do quarto.
Mas que raiva... por que??? Minhas pernas estavam tremendo, eu me desequilibrei e caí na cama. O pior nem foi isso... foi o longo suspiro espontâneo que dei. Mais ridículo impossível, isso não podia estar acontecendo. Ele queria me desestabilizar para eu perder a cabeça, era isso. Não, ele não vai conseguir. Afirmei para mim mesma.

Depois estranhamente ele me convidou para ir para a festa com Louis e ele. Eu achei estranho, mas como Phillip não ia poder me acompanhar, aceitei. Melhor do que ir de táxi. Assim que Louis chegou fui em direção ao carro e Harry abriu a porta para mim, mas não como se isso importasse muito pra ele, apenas abriu e depois fechou sem olhar pra mim, como se fosse algo natural.

No caminho, nada demais a não ser os olhos de Harry que insistiam em me olhar pelo retrovisor. Apenas fingia que não estava acontecendo. Nós chegamos na festa e logo nos separamos, encontrei um pessoal que andava comigo e com o Phillip de vez em quando.

  • Ahh ele não pode vir – disse para Alicia, uma das amigas do Phillip

  • Nossa... ele rejeitando uma festa? Muito estranho. - muitos riram e concordaram, alguns lançaram olhares de desconfiança

  • Eu vou ali no banheiro – disse querendo sair dali

  • Ahh eu vou contigo – falou Simone

  • Não precisa, vou sozinha.

Acho que disse isso de maneira nada gentil, isso atraiu alguns olhares. Mas sério, não ia ficar ali enquanto eles ficavam sugerindo coisas... Coisas sobre meu namoro e sobre minha confiança em Phillip. Depois disso eu mandei uma mensagem para ele mas não tive resposta, o que geralmente acontecia rapidamente já que ele não desgrudava do celular.

Fui até o banheiro e tive a impressão de ser seguida, mas apenas entrei. Em menos de 5 segundos olhando pro espelho, um vulto me joga com força contra a parede e começa a tentar dominar meu corpo. Aquele cheiro... era Harry, sabia antes mesmo de dar tempo de abrir os olhos depois do susto.

  • Harry, o que acha que está fazendo? - gritei jogando ele para trás

  • Não finja que não quer... vamos , eu sei que quer tanto quanto eu. - ele sussurrou em meu ouvido e eu apenas suspirei pesadamente

  • Sério, para, para agora. - disse firme enquanto ele já se aproximava de novo
Sim, ele estava muito lindo com aqueles jeans apertados e aquela camisa azul escura de mangas longas dobradas e botões abertos até o início de seu abdômen. Mas eu tinha feito uma escolha e não ia simplesmente abdicar dela na primeira provocação de Harry.

  • Tudo bem.



E então eu vi um Harry recuando e me dando espaço para respirar. Ele passou as mãos no cabelo sem fazer contato visual comigo e logo depois completou.

  • Desculpa por isso. Agi por impulso. - ele disse baixo
Não pude responder, uma menina meio tonta provavelmente bêbada entra e começa a fazer um escândalo com um homem no banheiro feminino, mas não por ele estar ali mas sim porque ela queria aproveitar aquele momento de um jeito que me recusei a aproveitar.

  • Uou... você é um deus grego!!! Vamos pra cabine, vamos pra cabine!!! - ela gritava e segurava nos ombros de Harry o puxando, antes que ela continuasse a pagar mico, ela teve um refluxo e quando eu olhei de novo, estava quase colocando os bofes pra fora na pia.

Harry segurava os cabelos da garota e eu só queria sair dali. Acho que aquela cena não acabou como ele esperava afinal. Eu só saí dali rapidamente. Nem deu tempo de arrumar meus cabelos que haviam sido bagunçados por um louco. Logo encontrei Maria e Maya e fiquei com elas.

Sabia que o olhar do Harry estava estranho, não era mais como se ele me quisesse longe ou me desprezasse, tinha algo, finalmente existia uma faísca. Coisa que eu não via há muito tempo afinal nos evitávamos, e apesar de morar na mesma casa fazíamos o possível e o impossível para não nos encontrarmos, ele ficava trancado em seu estúdio por horas e eu procurava sempre estar fora de casa.

O que antes era um olhar praticamente vazio que fugia sempre que se encontrava ao meu agora ardia em brasas fortes e ferozes. Que me derretia a todo momento. Tive certeza disso no episódio no banheiro, realmente uma loucura.

Ele estava tão próximo a mim naquele momento, queria ter Phillip ali comigo, pelo menos sua presença intimidaria Harry e ele não estaria fazendo aquilo. Mas Phillip tinha outros planos para essa noite. Ao invés de estar aqui me fazendo companhia.

  • Me solta... - repeti novamente – Você não vai tentar me agarrar aqui de novo né? Na frente de todos? - cerrei meus olhos raivosos

  • Calma, eu não quero te irritar, só quero saber o que aconteceu – ele disse sua voz rouca e seu hálito exalando álcool e bala de menta talvez

  • Eu também não sei direito, Elis veio até aqui para procurar Louis e... - ele pareceu se espantar

  • A Elis está aqui? Meu deus... será que ela achou que o Louis e a Rafaella... - ele disse e olhou para a garota que bebia um drink e parecia estar muito feliz

  • Ahh vamos só ir atrás deles para ver o que aconteceu... - Harry assentiu e segurou minha mão me puxando perante a multidão

Enfim saímos para fora da boate, realmente estava muito barulhento lá. Vimos então de longe Elis entrando em um táxi e Louis parado no meio da rua. Andamos em direção a ele e vimos quando ele se sentou no meio fio.

  • Hey Louis... - Harry disse e sentou do seu lado- Vocês brigaram?

  • Ah cara, ela entendeu tudo errado, eu posso me divertir e tal, mas não trairia ela, nossa... ela está muito mal, eu fiz isso com ela – ele estava muito chateado e desesperado.
Eu estava triste por aquela situação, minha amiga demora meses para voltar para Holmes Chappel e justo quando ela volta acontece uma situação chata dessas...

  • Olha, se realmente você não a traiu, tudo vai se resolver.

  • Eu não traí, eu só tava lá rindo enquanto a Rafaella dava em cima de mim mas não passou disso... - eu cerrei os olhos

  • Claro... tinha que ser essa vaca, espera aí...

Eu estava com ódio, me lembrava de todas as piadinhas e deboches que Karolinne e Rafaella diziam para mim, sério, por que elas não aprendem a ficar na delas? Mas pode deixar que hoje eu vou ensinar direitinho. Voltei para a cena eletrônica que ali estava. Naquele momento, vi de relance Niall ganhando um bolo enorme, daqueles com surpresinha dentro. Todos estavam olhando para aquela cena e eu só queria encontrar aquela vagabunda da Rafaella.

Logo Louis e Harry aparecem do meu lado. Eu estava olhando para todo lado.

  • Vou me despedir do Niall okay? - falou Louis ainda cabisbaixo e saiu em direção ao grande bolo

  • Ahh ali está ela... - falei com animação e fúria, aumentei os passos e ouvi Harry chamar meu nome logo atrás de mim

Cheguei e ela estava com Joanne rodeada de meninos que eu não conhecia, deviam ser daquela região mesmo.

  • Ah oi Rafaela. Tá feliz é? - falei cruzando os braços em sua frente

  • Sim, estou. Mas você parece que não né? Queridinha. Com essa cara de quem chupou limão. - disparou e começou a rir- O que foi? Perdeu alguma coisa aqui?

  • Sim, perdi. - falei já me preparando

  • Ah é? O que?

E foi então que eu vi minha mão arrastar os cabelos dela fazendo ela cair do sofá que estava sentada. Ainda dei alguns tapas na cara dela antes de Harry me afastar. Rafaella ainda estava meio tonta no chão, sendo ajudada por Joanne.

  • Perdi essas tapas na sua cara mas já peguei. - soltei com sarcasmo- Isso é para você aprender a não mexer com o namorado das minhas amigas. Toma vergonha na sua cara...

Não parei de gritar coisas até que me vi lá fora na calçada com Harry segurando em minha cintura.

  • Você só pode ter algum parafuso solto. - disse balançando a cabeça

  • Deixa eu voltar lá e terminar meu serviço. - gritei tentando entrar de novo

  • Para! - ele gritou e repetiu mais algumas vezes mas eu estava muito agitada
Então senti as mãos dele segurando meus braços com força e me chacoalhando forte. Só então voltei a si, ele gritava: ´´ Você perdeu o juízo!!! Tá louca??? ´´ Tudo bem eu exagerei, mas não precisava berrar comigo daquele jeito. Seus olhos verdes escureceram e aquilo foi meu mata leão.

  • Tá bom... parei, mas você sabe que ela mereceu. - vi ele soltando uma risadinha
De repente Louis, Liam, Maria e Niall saem da casa de festas.

  • Mas o que aconteceu? Todos estão cochichando lá dentro. - falou Maria correndo até mim- Você está bem?

  • Ah eu estou ótima, queria fazer isso a bastante tempo.

Niall disse alguma coisa ininteligível, ele realmente bebeu demais hoje.

  • Vamos para casa? - Louis perguntou – Acho melhor irmos todos juntos

  • Mas vai caber no carro? - perguntou Maria

  • Claro que cabe, é só apertar. - disse Louis

  • Liam dirige, hoje ele é o único sóbrio. - falou Harry



O sono já começava a bater, já passava das três da manhã. Liam e Maria foram na frente, Niall entrou e ficou em uma janela, Louis, eu e Harry. Mas não dava nem para me mexer.

  • Está muito apertado aqui.Sério, não consigo respirar – falou Louis

  • Quem manda ter uma bunda desse tamanho? - disse irritada

  • Senta no colo de alguém amiga. - falou Maria e eu quis bater nela

  • Não... definitivamente não.

  • Vem aqui. - sem eu permitir Harry se ajeitou e me puxou para sentar em seu colo.

Eu hesitei, não queria estar ali, mas o carro deu partida.

  • Relaxa... não vou tentar nada.
Ele sussurrou perto da minha nuca e eu senti todos os pelos do meu corpo se arrepiarem

  • Acho bom mesmo. - foi tudo que disse.

Depois de parar o carro duas vezes para Niall vomitar, seguimos a viagem tranquilamente, como a boate ficava na cidade vizinha, demorou um pouco para chegar em casa e eu apenas dormi no colo de Harry. Ele me cutucou quando estávamos entrando no nosso condomínio.

Louis, Niall e Maria não estavam mais ali, acho que Liam já tinha deixado eles em casa ou algo assim. Nos despedimos do Lee ( <3 saudades do meu Lee :/ ) e entramos em casa devagar.Eu estava subindo tirando minhas sandálias para subir as escadas quando Harry me chamou.

  • Que foi? - perguntei baixo

  • Não quer tomar um chá? - deu um sorriso ao me ver assentir e andar em direção a cozinha


Fizemos o chá em silêncio, quando ficou pronto ele me entregou a xícara. E então uma pergunta me veio a mente.

  • O que mudou? - perguntou esperando que ele entendesse o que eu queria saber

Ele me olhou por um momento e eu dei um gole no meu chá.

  • Bem... eu acho que me dei conta de que estava te perdendo e não quero isso. - disse e também bebeu seu chá até acaba-lo por completo

  • Você já perdeu Harry. O jogo acabou. - disse firme

  • Eu duvido muito disso.

  • E o que te faz duvidar tanto? - cruzei meus braços

  • Se eu tivesse perdido... bem, você não ia querer me beijar agora – ele deu um sorriso vitorioso, que convencido...

  • Mas eu não quero te beijar... - cerrei os olhos

  • Não é isso que seus lábios dizem... acho que eles precisam disso, tanto quanto os meus.

E então eu me pego focada nos lábios dele, tão carnudos, tão apetitosos, tão meus...


Foi então que as mãos dele encontraram minha cintura e seguraram um lado do meu rosto. Harry me beijou. 



E foi como se nada nunca tivesse mudado. Não, na verdade mudou. Eu só o amava mais ainda. 

CONTINUA ...



Atividade Inteligente na Madrugs, espero que tenham gostado, demorei para escrever esse capítulo :3 



Finalmente parei de preguiça e fui buscar meu ingresso para o show ontem. E sério... quando eu peguei ele em minhas mãos, comecei a entrar em ebulição.
Minha vontade era de começar a gritar, pular, dar cambalhotas, dançar calipso, mas somente respirei fundo e olhei pra cima controlando meus olhos lacrimejantes. Eu percebi que eu sou uma fraca que com certeza vou desmaiar no show mas que por mais que eu ter começado a gostar do 1D foi uma grande loucura, sim era o destino e valeu a pena todos esses meses de amor.

Me sigam no tt pfvr???  https://twitter.com/Drirectioner


No próximo capítulo tem Austin e Bia okay?

Estou sem tempo para muitos gifs, se querem gifs entrem no http://weheartit.com/

Porém fiquem com meu Gig preferido de todos os tempos...
Estou usando muito ele ahahah




Malikisses

@Drirectioner