30 de novembro de 2013

Trailler da Fanfic Rocket Love


 Sinopse: O Internato de Wolverhampton será o palco para muitas emoções, suspense, romances, momentos ardentes e muitas outras coisas. Liam é um garoto tímido e solitário que vive um inferno causado por ´´Angel´´ a garota cruel e misteriosa, líder da gangue mais barra pesada do lugar. Junto com seus parceiros Zayn, Niall, Drew e Jake ela apronta as mais impressionantes situações. No meio de toda a violência existente naquele lugar, dois corações começam a se encantar um pelo outro, enfim Liam tem alguém especial ao seu lado... isso se a Angel não estragar tudo. Em outro núcleo do enorme internato, uma história polêmica que causará feels em muitas por aí. Ser a melhor amiga de Louis e Harry deve ser muito legal... estar apaixonada por eles deve ser complicado... pelos dois ao mesmo tempo então... Muitas confusões, muitos hots, muitos feels. Para todos os lados, essa história será como um Foguete...

''Todos nós cometemos erros
Somos pecadores
E se aquela voz te julgasse por onde quer que você vá?
Só o amor verdadeiro pode lhe salvar! Mas e se esse amor fosse um rocket love?''
Fanfic com o One Direction, todos os meninos da banda estarão na história. Espero que gostem!


O que acharam???
Mais perto da fic ser postada eu posto a descrição dos personagens okay?

Malikisses 
Drica <3

Run Or Die - Capítulo 10. 2ª temp.

~Narrador on~


O dia. Tão esperado dia onde todos os segredos serão revelados. O dia que vai mudar a vida de muitos. Não mudar exatamente, mas dará um enorme giro 360º para alguns. Seunome mal espera o que tem por vir, assim como Mila não espera que vai conhecer quem ela sempre sonhou. Mark mal sabe que vai descobrir a verdade, assim com Louis, e Ari. Finalmente, Carol, Jessy, Jhade e Nathália vão sair do lugar que mais odeiam, vão poder voltar para suas famílias, e reconstruir uma nova vida. Enfim, a vida de muitos hoje pode mudar, tanto pra melhor, como pra pior.

Você: É hoje! Acordem, meninas! - disse entrando animada na cela das garotas, acompanhada de Ari que estava ao seu lado, com um sorriso radiante, mal sabia o que a esperava.
Carol: Não acredito, até que enfim! - se levantou num pulo.
Ari: Já arrumaram suas coisas? - todas assentiram. 
Você: Meninas, não esqueçam tudo o que eu ensinei pra vocês todos esses dias, okay?   
Jhade: Lógico que não, já me sinto como você. - elas riram. Durante esses dias que Seunome passou ai, ela ensinou as meninas tudo o que elas deviam aprender, e elas aprenderam direitinho.
Jessy: Olha quem vem ai.. - disse olhando para o final do corredor.
Nathália: O gato de olhos azuis. - elas suspiraram, e Seunome olhou, seu coração gelou, ela não queria fazer isso, mas seria preciso.
Você: Já volto. - essas foram as únicas coisas que ela conseguiu dizer, e foi até ele.

Dom: Finalmente! - disse chegando na mesa do café, onde se encontravam Mila, Amy, Letty com Fred no colo, Mia com Jack no colo, e Brian ao seu lado. Logo mais chegaram Tyler e sua namorada/noiva.
Letty: Finalmente o que, querido?
Dom: Vamos ter nossa menina conosco novamente.
Brian: Eu vou quebrar a cara do Mark, e do Louis.
Mia: Meninos, vocês sabem que o Zayn pediu pra terem calma com o Louis, ele só não explicou o porque.
Letty: É, também acho melhor vocês terem calma.
Dom: Enfim, você e Mia vão ficar aqui com as crianças?
Tyler: Pai, Kate vai ficar aqui com elas, acho que a Ash também. - ele assentiu.

'Ding Dong'

Ouviram a campainha tocar, e Mila foi atender. Abriu a porta e sorriu ao ver Niall ali, juntamente com Harry, Liam, Ashley e Zayn.

Mila: Ei gente. - sorriu. Todos falaram com ela e entraram.
Niall: Hey, princesa. - sorriu, lhe dando um selinho.
Mila: Hey. - sorriu abertamente.
Niall: Qual o motivo dessa felicidade toda? - disse sorrindo e colocando uma mecha do cabelo da garota para trás.
Mila: Minha irmã. - sorriu. - ela está salva. - ela sorriu mais ainda.
Niall: Também to feliz. - chegou mais perto dela. - você é linda, Mila. - puxou a garota para um selinho, que se transformou num beijo com sorrisos.

 

Entraram de mãos dadas, e todos estavam lá, resolvendo as coisas e se planejando para mais tarde. Só faltava Shaw para chegar, e o mesmo chegou, junto com Hã, Roman e Gisele.

Qualquer um, seria idiota o bastante para mexer com essa equipe, que são fortes e perigosos, e além de tudo, são uma família.

Dom: Então será assim, eu, cada um vai em um carro. Harry, Liam, Niall e Zayn, vocês vão entrar no bar, fingindo que querem alguma mulher. - Mila fez cara de ciúme, e Niall riu baixo. - Eu, Shaw, Brian, Hã e Roman vamos entrar no escritório de Mark.
Mila: Eu, Amy e Gisele vamos fazer o que? - ergueu uma sobrancelha.
Shaw: Vão distrair os seguranças pra gente entrar.
Amy: Perfeito.
Dom: Esse Mark vai aprender a nunca mais mexer com um Toretto. - disse entre dentes.

Você: Louis. - disse assim que ficou cara a cara com ele, fazendo todas as 'trabalhadoras' olharem para eles, espantados.
Louis: Está preparada? É daqui a algumas horas. - disse pegando uma mão dela e as entrelaçando, o que deixou a garota incomodada. Como sempre, ela ainda não se sentia bem em ter que enganar Louis.

O dia se passou, todos estavam anciosos, alguns com medo, medo da verdade, medo de contar a verdade, medo de tudo dar errado, até mesmo, medo de tudo dar certo. Seunome tinha medo de que, revelando esses segredos, podia afetar Mila, ou até mesmo a Ari. Mas, enfim, elas tinham que saber a verdade, e Sophie precisava conhecer suas filhas, Seunome sabe bem a dor de perder uma filha. Zayn mal sabia que tinha perdido sua filha, e quando soubesse, com certeza colocaria a culpa em Louis, e até o mataria, se deixassem. Mas Seunome não permitiria que Zayn matasse ele, apenas de ela gostar muito de Zayn, é Louis que a garota ama. E sim, ela tem que decidir entre os dois, mas como decidir entre dois homens que a faz delirar? Que a faz ir as estrelas e só voltar no outro dia? É impossível escolher, talvez ela escolha Zayn, talvez ela escolha Louis, ou talvez ela não escolha nenhum dos dois.

Mark: Então, eu chamei vocês pra essa reunião pois quero conversar sobre algumas das nossas meninas. - disse enquanto sentava em sua mesa de escritório, onde se encontravam Louis, Sophie, e mais alguns velhos. - elas merecem castigos, principalmente nossa querida, Seunome. - e nesse mesmo instante, a porta do escritório foi chutada, por quem? Seunome, que estava em pé, com a expressão séria, ela usava uma calça preta de couro, colada no corpo, e uma blusa colada também, bem decotada, uma luva em suas mãos, onde ela carregava um suporte para balas, e na outra mão, uma arma. Atrás dela estavam, Ari, Nathália, Jessy, Jhade e Carol, do mesmo jeito que Seunome. Todos olhavam aquela cena espantados, menos Louis, que já sabia que isso ia acontecer, e tinha um sorriso malicioso nos lábios.
Você: Me chamaram? - a garota finamente se pronunciou, mas não saiu de sua posição.
Mark: Garota, você está brincando com fogo. - disse entre dentes. - e onde conseguiu essas armas?
Você: Cala a boca, um pio, um movimento, qualquer coisa que tentarem eu atiro.
Mark: Menina, eu.. - foi interrompida.
Você: Eu mandei calar a boca! - ela gritou imponente. Todos ficaram com os olhos arregalados, enquanto Seunome entrava no grande escritório, e as meninas entravam logo em seguida, um velho idiota tentou atirar em Jhade, que na mesma hora abaixou e logo em seguida atirou no velho, sem nem olhar pro lado.
Mark: Mas o que droga é essa?!
Você: Eu avisei.
Mark: O que você quer, Toretto?
Você: Eu quero que me deixe ir embora, e quero que deixe essas meninas irem embora também, e ninguém vai atrás de ninguém.
Mark: As meninas podem ir, você fica.
Você: Mas.. - foi interrompida.
Mark: Nada de mas, é esse o acordo.
Você: Não tem acordo, comigo não tem acordo! - gritou. - eu sou uma Toretto, eu sou melhor que você, eu sou maior que você! - gritou mais ainda, apontando uma arma na cara de Mark. Seunome mal sabia que sua família e seus amigos acabaram de chegar no local, e ouviram o que ela disse, Dom ficou orgulhoso. - eu vou matar você, e vai ser agora. - quando ia apertar o gatilho, uma voz a impede, e ela temeu.
Dom: Não mate esses desgraçado ainda. - ela se virou para trás, ainda não acreditando.
Você: Pai. - seus olhos se enxeram de lágrimas.
Owen: Não mate ele agora.
Brian: Temos coisas a acertar. - os três se posicionaram na frente e o resto atrás.
Mark: Toretto, Shaw e O'conner, quem é vivo sempre aparece. - sorriu desgraçadamente.
Sophie: Dominic? - todos ouviram sua voz e imediatamente a olharam, a pergunta era, de onde essa mulher conhecia ele?
Dom: Sophie. - olhou sério para ela.
Você: De onde.. de onde.. - não conseguiu formular uma pergunta, apenas foi ligando as coisas.
Mark: Ah, Toretto, porque você não explica essa história direitinho? Suas duas filhas, Amy e Seunome devem estar curiosas. - a cabeça de todos ali já estava confusa, Seunome e Mila principalmente.
Mila: Duas? - disse com os olhos marejados.
Mark: Explica, Dom.
Dom: É, tá bom, eu acho que é justo que todos saibam.. - suspirou pesadamente. - logo depois que uma equipe levou a Amy, eu fui atrás dela, procurá-la, viajei, procurando informações, em uma dessas viagens, me envolvi com uma mulher.
Mark: E por acaso, essa mulher, era a minha mulher, Sophie. - todos fizeram um 'o' em sincronia, era muita informação de uma vez só. - nós tínhamos acabado de ter uma bebê, e semanas depois, Sophie vem me dizer que estava grávida. Só que na verdade, essa criança não era minha, era dele! - apontou para Dom com desgosto. - eu descobri bem depois da menina ter nascido, ela era linda, toda delicada, e tinha os olhos encantadores, mas, quando descobri, eu e Sophie brigamos muito, eu tomei ódio de Sophie, da filha que ela teve com outro homem, e até da minha própria filha. Quando minha filha de verdade, completou dez anos, eu levei as três, para uma casa noturna, para elas trabalharem pra mim, só que, um dia, esse homem.. - novamente apontou para Dom. - levou a filha de Sophie, deixando aqui apenas Sophie e minha filha.
Você: Espera, então sua filha é.. Ari?! - todos olharam para ela, e a pobre coitada já estavam chorando.
Ari: Como? Isso é impossível! - gritou. - você não pode ser meu pai, e essa vadia não pode ser minha mãe! - ela disse exaltada. - meu pai era um homem bom, trabalhador, e minha mãe, era uma mulher de valor! - disse já soluçando de tanto chorar, e Seunome a abraçou. - mas, espera.. - disse pensativa. - e quem era essa outra menina que Dom levou?
Mark: O nome dela era.. - olhou diretamente para Mila. - Ludimila, conhecem? - e nesse momento, Mila arregalou os olhos, assim como Harry, Niall, Liam e Amy.
Mila: Pai..? - disse olhando para Dom, permitindo que lágrimas escapassem.



Dom: Mila, eu.. - foi interrompido.
Mila: Como pode esconder isso de mim? Você sabe que eu sempre quis conhecer minha mãe verdadeira. - chorou, e Niall a abraçou de lado.
Mark: Mila. - foi até a garota e pegou em sua mão. - saiba que eu sempre te tratei como se você fosse minha filha, eu te amava.
Mila: Cala a boca! - gritou e soltou a mão dele bruscamente. - você trouxe, minha mãe, minha irmã e eu pra uma casa noturna, seu idiota, eu odeio você! - gritou, e em segundos o rosto de Mark já ardia, e ficava vermelho, por conta do tapa que Mila acabará de dar em Mark.
Sophie: Ari, me desculpa pela forma que te tratei aqui dentro, e Mila, não te conheço, mas seria um prazer enorme te conhecer. - disse já chorando, desabando em lágrimas.
Mila: O prazer vai ser meu. - em um ato surpreso, Mila correu até Sophie e a abraçou, Ari fez o mesmo e foi até elas, as abraçando.
Sophie: Prometo que vamos recuperar o tempo perdido. - disse sem soltá-las.
Dom: Sophie! - a repreendeu, e no mesmo instante, ela o olhou. - você não vai tirar a Mila de mim.
Sophie: Dom, ela é minha filha!
Brian: Hey! - deu um grito. - depois vocês resolvem isso, o importante agora, é que a polícia chega daqui a pouco, e vai prender todos vocês! - Mark foi correr, mas Seunome atirou em sua perna.
Você: Paradinho ai, Schuluz. - o puxou pelo cabelo, e amarrou suas mãos e pernas. Em instantes, todos os capangas de Mark estavam presos.
Hã: Vamos, antes que a polícia chegue. - e assim foi feito, todos saíram dali, e a polícia logo chegou, prendendo Mark e seus capangas, e levando as meninas que estavam lá para um hospital.

Dom: Mila? - disse assim que chegaram em casa.
Mila: O que? - olhou pra ele, já chorando.



Dom: Me desculpe. - a abraçou.
Sophie: Dom, deixa ela apenas passar a noite comigo e com Ari? - disse abraçando Ari de lado.
Dom: Uma noite. - elas sorriram. - mas o Niall vai junto.
Niall: Sim, senhor. - Mila e Niall subiram para pegar algumas roupas.

Amy: Ai, gente, foi uma loucura. - Amy, Liam, Ash, Letty, Mia e Kate conversavam na cozinha.
Mia: Tadinha da Mila.
Liam: Vocês sabia dessa história? - disse se referindo a Mia e Letty, e elas assentiram.
Ashley: Porque nunca contaram?
Letty: Dom nunca deixou. - deu de ombros. - mas nem sabíamos onde estava a família da Mila, então não adiantava contar.
Mila: Hey, minha família está aqui. - disse entrando na sala, e abraçando Ash e Amy ao mesmo tempo. - gente, vão falar com a Seunome, ela está arrasada. - Amy, Liam e Ash subiram, e encontraram lá Harry e Zayn, conversando com a garota.

Ashley: Anmigaaaaa! - disse assim que chegou ao quarto de Seunome, aliás, ao antigo quarto de Seunome.
Você: Ash. - sorriu ao vê-la ali, e elas se abraçaram.
Ashley: Nossa, menina, que susto, hein?
Você: Nem me fale. Oi gente. - disse ao ver o resto do pessoal entrando. Abraçou Harry, Liam, Amy e por último, Nialler.
Niall: Você não sabe como ficamos preocupados com você. - a abraçou mais forte. Amy e Ash ficaram incomodadas com aquela cena, Niall abraçando Seunome daquele jeito, e falando aquelas coisas. Elas sabem que Seunome nunca faria nada para magoar Mila, e Niall também não, mas a garota podia não gostar de ver aquela cena. E não gostou, Mila entrou no quarto e fingiu uma tosse, incomodada.
Você: Oi, Mila. - a abraçou. - como você está? - disse assim que partiram o abraço.
Mila: Bem. - sorriu. - bem confusa. - elas riram. - mas eu vou esclarecer algumas coisas hoje, vou passar a noite com Sophie e Ari.
Você: Tomara que você consiga se acostumar com a ideia de que ela é sua mãe, e Ari é sua irmã.
Mila: É. - sorriu. - bom, agora eu vou. - se despediu de nós. - Niall, se quiser pode ficar ai. - disse ríspida e saiu.
Niall: Ér, bom, eu vou lá atrás dela! - disse e saiu, Ash riu baixo.
Liam: Bom, estamos felizes que você está aqui, agora, vamos deixar ela descansar, né? - disse abraçando Amy pela cintura.
Harry: É, vamos. - sorriu. - tchau, Seunome. - deu um beijo na testa dela. - Ash, você vem? - sorriu tímido para ela. Aiai, esses dois.
Ashley: Aham. - corou no mesmo instante, e saiu.

Alguns minutos se passaram, Seunome ficou sorrindo abobalhada, nem acreditando no que acabará de acontecer, ela estava em casa, com seus amigos! Ainda não havia contado a Zayn sobre Beyle, provavelmente ele já teria percebido que a barriga diminuiu, ou talvez ele nem havia notado esse detalhe. Zayn estava feliz, que ela estava ali, que finalmente eles iriam ficar juntos, já Louis, pensava a mesma coisa, pensava que eles finalmente seriam felizes juntos, mas a diferença era, Zayn estava certo, Louis não.

Zayn: Princesa? - disse o garoto entrando no quarto dela, lhe dando um pequeno susto.
Você: Zaz. - sorriu ao vê-lo ali. - entra. - ele entrou e lhe deu um selinho, logo sentando ao seu lado.
Zayn: Então, agora que você está de volta, poderemos ser felizes, e formar uma família, a família que sempre quisemos. - sorriu colocando a mão em sua barriga, e Seunome estremeceu, sentiu uma dor em seu peito. Vocês devem estar se perguntando, porque não contar logo a verdade? Ela não sabe como dizer issi, não sabe que palavras usar, não sabe o momento certo a falar, esse assunto é um assunto muito delicado.
Você: Claro. - sorriu, incomodada.
Zayn: Queria te pedir algo. - ele se posicionou na frente dela, e o coração de Seunome estava a mil por hora. Ela já imaginava o que estava por vir. Tirou uma caixinha do bolso, e abriu. - casa comigo?




Aquele pedido tinha vindo assim, do nada, sem mais nem menos. Um pedido de casamento, como um pedido qualquer. Ela pensou alguns minutos, e Louis? Bom, Louis, esse já não poderia ter mais nada com ela, já era pra ter o esquecido, tudo entre eles acabou. Casamento.. sempre sonhou com isso, mas não desse jeito, pensou em algo mais.. mais concreto, mais real, mais verdadeiro.

Zayn: Hey.. fala algo. - tocou o rosto dela.
Você: Eu aceito. - disse, sem mais nada a fazer. Não tinha nada a fazer, era Zayn, não era Louis. Por mais que ela amasse Louis, eles nunca conseguiriam ser felizes juntos, não era pra ser. Era Zayn e ponto final.
Zayn: Então coloca. - disse sorrindo. E ela o fez, ele pegou em sua mão e colocou o pequeno e lindo anel em seu dedo, ela sorriu instantaneamente.




Zayn: Agora você é minha. - sorriu.
Você: Eu sempre fui. - e eles se beijaram, apaixonadamente. Zayn disse que já voltava, e saiu do quarto.

Ela ficou ali pensando nele, só ele. Só ele vinha em sua mente. Louis. O homem que tirava seu fôlego, o homem que a fazia ir as estrelas, o homem que fazia seu corpo sair de hórbita, o homem que fazia ela ir em marte e voltar. Ela só queria ir embora dali e nunca mais voltar.

xx: Psiu. - uma voz a tirou de seus devaneios, ele.
Você: Louis? - tentou ao máximo esconder seu anel.
Louis: Linda. - foi até ela para beijá-la, mas ela desviou. - hey, o que foi?
Você: Louis, não dá.
Louis: O que não dá?
Você: A gente.
Louis: O que? Porque? Mas, você.. você disse que.. lá.. você.. - ele não conseguia formular uma frase. - você disse que seríamos felizes.
Você: Mas vamos ser felizes, você com alguém, e eu com o Zayn.
Louis: O que? - disse olhando incrédulo pra ele.
Você: Louis, eu vou me casar com ele.
Louis: Ca..sar? - foi o máximo que ele conseguiu dizer, com lágrimas nos olhos, e ódio percorrendo todo o seu corpo. - vocês vão se casar? - ela apenas conseguiu assentir, abaixando a cabeça. - você que sabe, Seunome, mas.. - chegou bem perto dela e sussurrou em seu ouvido. - eu não vou desistir de você. - apenas saiu pela janela, batendo a mesma com muita força.

Ela vai ser casar, Louis não vai desistir dela. No final de tudo, qual rumo ela tomaria pra sua vida?

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Heyyyy girls! Como vão? Quanto tempo hein! Pois é, final de anos, provas finais, tá uma correria :s só postei pra não deixar vocês na mão. Não gostei muito desse cáp, slá, ficou meio estranho kkkk mas enfim, prometo que o próximo vai ter mais ação. Gente, o que vocês acham sobre a Seunome e o Zayn se casarem? u.u  haha comentem bastante em meninas :333 e ainda vai rolar uma treta ai com Niall, Seunome e Mila u.u

Fiquem ligadas girls, lindas!

Até o próximo.
Beijos, Mila  


28 de novembro de 2013

MTT - 2ª Temporada - Novos Personagens



Justin Bieber


19 anos, ele é famoso e ainda namora a Selena Gomez(Mas ele não gosta dela, só continuou levando o namoro por causa de marketing)... Ele e a (Seu Nome) vão se conhecer em breve e não vai ser nada muito especial na vista da (Seu Nome), mas pra ele... Ninguém sabe né rerere


Paul Wesley


25 anos, Ator, Solteiro, Amigo da (Seu Nome) de longa data, eles se conheceram em uma visita que a (Seu Nome) fez a New Iorque e desde e então não se desgrudaram mais. São grandes amigos e ele junto com outro novo personagem haha... Se vocês viram no cap 18 ou 19 a (Seu Nome) já falou ao Harry que eles iriam se encontar haha... só não vou dizer quando 

Logan Lerman


19 anos, ator, conheceu a (Seu Nome) e uma ocasião um tanto engraçada. Ele e a (Seu Nome) já ficaram, por isso que o Hazza tem aquele ciúme. Mas agora a (Seu Nome) e o Logan são muito amigos... Assim como o Paul, já que quando a (Seu Nome) conheceu o Logan ela estava com o Paul(Passeando em NY). Entrará na fic no inicio da segunda temporada e para quem achava que a fic já estaria no fim porque chegou a segunda temporada está redondamente enganado... Ainda estamos no inicio meus caros leitores 


Selena Gomez



18 anos, Namorada do Justin Bieber, muitas pessoas a odeiam por esse fato, mas ela é uma menina muito doce e engraçada, e totalmente apaixonada pelo Justin, mas ele só aceitou namorar com ela pelo contrato da mídia, o que a deixa muito triste.


Demi Lovato


19 anos, Prima do Niall e melhor amiga da Selena Gomez, vai chegar causando suspiros e confusões já que ela foi o antigo amor de infância do Niall.


Zac Efron



20 anos, Novo aluno da escola com fama de sexy e sedutor e é o que ele é. Ele pega no início uma grande amizade com (Seu Nome) que por alguns será mal interpretada.


Rachel Stoone



20 anos, Maquiadora e Estilista pessoal dos meninos... Estará em todas as turnês com eles o que será motivo pra muitos ciúmes e discórdias.

Peeta Mellark





19 anos, Estudante de Direito. Já faz faculdade por ter pulado uma das séries, pois seu QI é bastante elevado. Ele optou por fazer direito porque ele não consegue NUNCA perder NADA. No início ninguém vai gostar muito dele, só uma pessoa que será muito repreendida por seu namorado, mas todos um dia devido a um grande problema precisarão de sua ajuda.

(Eu sei que o nome dele é Josh Hutcherson, mas eu acho q ele combina muito mais com o nome Peeta kk ja ganhei intimidade :3)


Ooooooi, Lembram de mim? kkk Espero que sim... Bom, aí estão os novos personagens e espero que vocês gostem da 2ª temporada... Vai ter muuuita coisa acontecendo. E eu acho que vocês vão gostar hehe, como eu sou má(só um pouquinho) vou colocar uma coisa que deixará a maioria triste, mas não posso fazer nada heuheu, apenas estou seguindo o cronograma da fic. E um spoiler: Um dos casais será baseado em um livro, mas não vou dizer qual, se não vai perder a graça.

Bom, na 2 temp os casais irão estar um pouco mais distantes com as viagens dos meninos e a chegada dos novos personagens.

Yaaaay espero que gostem, gostaram do novo design do texto? Resolvi mudar o roxo e rosa, para tons de azul... Achei muito mais legal, e como é uma nova temporada a Nanda que escreve HTBAH fez pra mim essa barrinha nova também... Temporada nova, tudo novo... Inclusive os personagens que vão causar muita turbulência. Não esquecendo da nova assinatura também olhem aí em baixo :3


27 de novembro de 2013

Moments - 22º Capítulo: For the first time

Contém um pequeno hot...


 Quando o choque causado pelas palavras e o pedido de Julie passaram, me concentrei em seu abraço e em quão profundo ela me olhava. Um olhar penetrante, íntimo e apaixonado. Um olhar que me dava certeza de sua decisão.
Respirei fundo.
Senti seus braços se apertarem em volta de mim, me puxando ainda mais para si. Inclinei minha cabeça em sua direção, me acomodando para ficar com o rosto ainda mais próximo do seu. Puxei-a pela nuca , lhe dando um beijo demorado.
Julie começou a se remexer, puxando minha camiseta para cima. Hesitei um instante, parando de beijá-la.

-Tá tudo bem – sussurrou ela, a boca perigosamente perto da minha. – É o que eu mais quero. Por favor, Liam. Eu te amo.

E foi com essa última frase sussurrada que permiti que ela tirasse minha camiseta e voltei a beijá-la ferozmente, distribuindo beijos por todo seu rosto, pescoço e clavícula. Seu perfume atravessou minhas narinas, me enlouquecendo de um jeito que nunca senti antes.


Puxei sua camisola, a fim de tirá-la, mas ainda estava receoso, de modo que ela completou o serviço, abrindo o zíper e desabotoando minha bermuda jeans. Tentei relaxar enquanto ela puxava minha bermuda para baixo, tirando-a completamente.
Julie pegou minhas mãos e levo-as até o fecho de seu soutien, que estava na frente. Assim que passei as alças do mesmo por seus ombros, ela terminou de descer, jogando ao lado da cama. E então puxou minhas mãos para acariciar seus seios.
Parece que, nesse momento, despertei. Apertei ainda mais seus seios, vendo-a arquear um pouco as costas. Comecei a beijar o local, dando leves chupões. Lentamente, desci os beijos até sua barriga, chegando até o umbigo, e então voltei. Julie puxou minha cueca para baixo, assim como fiz com sua calcinha.
Me posicionei entre suas pernas, lhe dando um beijo forte enquanto tentava penetrá-la. Quando coloquei um pouco, sua expressão mudou e ela soltou um gemido abafado. Mas esse não era de excitação, e sim de dor. Parei.

- Continua, Liam – resmungou ela, e vi que ela suava.

Acabei por obedecer. Continuei penetrando, mantendo os olhos fixos nela, que ainda fazia caretas de dor. Ameacei tirar, mas ela me puxou pelo quadril, sussurrando que não, que estava tudo bem. Que era só a dor da perda da virgindade.
Comecei com movimentos leves e lentos, beijando seu pescoço e sussurrando em seu ouvido que eu estava com ela e não me importaria se ela quisesse parar. Mas ela negou, me puxando com ainda mais força para si, apressando meus movimentos.


Continuamos nessa troca de beijos, estocadas, apertões e chupões até eu sentir que pra mim não dava mais. Beijei-lhe forte novamente e saí, a fim de me deitar ao seu lado. Mas o que eu vi não me agradou.

- O-o que é i-isso? – perguntei, assustado, ao ver uma enxurrada de sangue no lençol de Julie.
- É normal – respondeu ela rapidamente, puxando o outro lençol para si, se cobrindo. – Minha mãe sempre disse que sangra bastante, e também dói.
- Também já ouvi falar nisso – respondi, cerrando os olhos para ela. Parecia que ela estava mentindo para mim. Não podia ser um sangramento de quem perde a virgindade. Tem algo mais. – Mas não é tanto assim.
- Ah, mas que saco – gritou ela, embolando minha camiseta nas mãos e jogando em meu peito com força. – Eu sangrei um pouco mais, não pode? Quantas meninas você já viu perdendo a virgindade? Que eu saiba, sou a primeira!
- Ei, foi só uma pergunta – retruquei, terminando de abotoar a bermuda e colocando a camiseta, vendo-a juntar suas roupas e, ainda coberta pelo lençol, correr para o banheiro. – Não precisa ficar brava, poxa.
- Tá, Liam. Tá – resmungou ao longe, se trancando no banheiro.



Louis e eu nos arrumávamos para surfar. Niall dormia, Zayn estava meloso ao telefone com Perrie e Harry comia um sanduíche enorme que pediu de café da manhã. Espera, acho que as posições se inverteram aqui...

- Acorda, loiro – gritei, pulando com toda a força na cama ao lado de Niall. Ele resmungou, se remexeu e, por fim, virou de costas para mim. Sem perceber, Louis pulou em cima de nós.

E então Harry acabou seu sanduíche gigante e pulou também. Eu já estava me sentindo sufocado, e a falta de ar só aumentou quando Zayn desligou o celular e pulou, derrubando todos nós no chão.

- Ah, poha. Não se pode mais nem dormir em paz – resmungou Niall, se levantando e chutando os travesseiros. Seu pé passou perto de mim e o puxei, fazendo-o cair.

Por falar em cair... Zayn, Harry, Louis e eu caímos também. Na gargalhada. Foi impossível não se matar de rir quando Niall caiu de bunda no chão e jogou a cabeça para trás, o que o fez bater no criado-mudo.

- Não ri, caramba – resmungou Niall novamente, se sentando e segurando a cabeça no local onde havia batido. Nós quatro ainda estávamos caídos no chão e na gargalhada, até que Niall se rendeu e começou a rir também.


Quando, enfim, cansamos de ficar jogados no chão rindo um da cara do outro, terminamos de nos arrumar e descemos rumo à praia. Preciso realmente dizer “acompanhados por uma multidão de seguranças, inclusive Paul”?
Era cedo, mas já tinham várias pessoas caminhando, passeando com seus cachorros e nadando – até onde podiam. Louis e eu pegamos as pranchas e corremos em direção ao mar, aproveitando que o vento estava controlado e a maré, ao nosso favor.


Depois de pegar várias ondas e levar tombos na mesma proporção – talvez até mais –, desistimos de surfar e nos juntamos ao resto dos meninos, que, nesse momento, tentavam afogar Harry.


Quer dizer. “Resto dos meninos” vírgula. Niall e Harry. Zayn estava sentado na areia com um óculos de sol debaixo de um guarda sol maior que ele e eu juntos. Sabe aquele de ele ter medo de água por não saber nadar? Se encaixa perfeitamente quando falamos de mar. Piscina ele até encara. Mas o mar, não.


Depois de tirar os lençóis de Julie, colocá-los na máquina para lavar e colocar outros lençóis limpos no lugar, deixei a máquina batendo e me sentei silenciosamente na parede ao lado da porta do banheiro, esperando ela sair para ver como ela estava.
Demorou cerca de 10 ou 15 minutos para que ela saísse, se assustando quando me viu parado ali. Peguei o lençol que ela levara para o banheiro consigo, dei-lhe um beijo na testa e caminhei até a área de serviço, interrompendo o ciclo da máquina para colocar o último lençol ali. Quando me virei, Julie estava parada na porta que dava para a cozinha, me observando com uma expressão de quem estava triste. Seus braços estavam cruzados atrás de suas costas.

- O que foi? – perguntei, andando até ela, que abaixou a cabeça. – Ju?
- Eu tenho um pequeno problema – respondeu ela, com a voz embargando. – Quando me machuco, sangro um pouco mais do que deveria – continuou, fungando. Segurei seus braços com delicadeza, puxando-a para mim. – Mas já fui no médico. É algo passageiro – respondeu rapidamente, me abraçando forte. Senti que ela tremia e cheguei a pensar que ela tivesse mentido. Mas parei de pensar em qualquer coisa quando ela começou a chorar.


- Ei – chamei, soltando-a o suficiente para encará-la e limpar suas lágrimas. – Não chora. Hoje é o seu dia. Não quero te ver chorando em seu aniversário, pequena.

Depois de hesitar por alguns segundos, ela consentiu. Foi até o banheiro lavar o rosto e terminar de se arrumar enquanto eu estendia os lençóis no varal. E então saímos. Hoje era seu dia, e eu queria que ela se sentisse tão importante e especial quanto era para mim. Na verdade, nesses últimos 15 meses, ela se tornara o mundo para mim.




Heeeeeeeeey girls!
Sentiram minha falta? Espero que sim :3
To sumida, eu sei, mas agora to entrando de férias \oõ/

Sobre o cap.: o hot não tá nenhuma maravilha, mas eu quis fazer porque seria legal, mas acabou não saindo como eu esperava. Tentei mudar, mas não dava pra melhorar muito tendo em vista que eles tinham 13 e 14 anos. Aí complica...

Fortes revelações no próximo cap., e espero que estejam gostando :33

Kisses e kisses ;x

(In love com esse casal ♥)

26 de novembro de 2013

HTBAH - Cap.10: So much love in London.

Mês de Agosto começa.Verão.Em Londres: Felicidade para Miall,Lanna,Hally e Elounor. Em NY,o final do mês traz um pouco de alívio à S/n.

~ p.s: não coloquei Els e Lou,pois alguns não gostam,então :\ ~

Niall's P.O.V:


http://pbs.twimg.com/media/BRuTsJdCMAAB5qE.png:large


Milly tinha ficado bem triste com a decisão de S/n e até hoje não tinha se acostumado com a sua ausência nas aulas,na minha casa e principalmente na de Richard. Na verdade a casa de Rick se tornou um lugar triste depois que voltamos,nem o próprio Richard ficava lá. Ela passava mais tempo no trabalho e quando saía de lá ia para a casa da Candice(quando ela estava lá). 

Mas a viagem não foi de todo ruim,foi por causa dela que eu percebi que devia dar mais romance à minha namorada e pedi-la em namoro,de um jeito simbólico,não só se juntar e pronto. Durante a primeira semana de aula eu lhe dava cupcakes ou chocolates na hora do intervalo. Deixava bilhetes no seu armário e olhava de longe seu sorriso crescendo no rosto. 

Essa semana vim me preparando para conhecer os pais dela e pedí-la em namoro oficialmente. Durante a semana lhe dei uma flores diferente a cada dia e no sábado a  levei para um passeio,lhe dei um lindo buquê. Eu ia lhe pedir em namoro ali,mas a ideia começou a se formar na minha cabeça e os planos mudaram assim que eu descobri que seus pais queriam me conhecer.

 



A mãe de Milly,Nikki,fez um jantar para me conhecer. Nathan foi até lá coma noiva,Miranda,que já estava com uma barriga gigante. Milly estava super envergonhada com a situação e segundo ela,tinha medo que eu fugisse correndo dali. "A S/n assistiu uma briga ali e nome por isso deixou de ser sua amiga ou de Nathan",eu falava para ela.

Quando cheguei na casa dos Smith ,bati na porta e Milly apareceu. Ela está incrivelmente radiante,nem parecia que estava nervosa como a cinco minutos,quando nos falamos por telefone. Quando ela abriu a porta,me olhou dos pés a cabeça e sorriu ao me ver com uma rosa na mão.

Niall: Hello,pretty. - disse levantando as sobrancelhas num ato falho de tentar ser sedutor.

http://24.media.tumblr.com/26ede93bb25198967776874d720786d1/tumblr_mskijtsUFG1rsi57oo1_250.gif

Milly: Eu detesto quando você faz isso. Me deixar meio desnorteada. - ela disse baixando a cabeça envergonhada. 
 http://media.tumblr.com/tumblr_m3v622mCyl1r7ifqv.gif  
Niall: Isso o que te elogiar? - eu perguntei me aproximando dela.
Milly: Não! Fazer essa carinha. - ela disse se aproximando de mim,pegando no meu pescoço encurtando o espaço entre nós.
http://media.tumblr.com/tumblr_mbpkx97HRe1ru9mxt.gif
 ???: Milly,é ele? - ouvimos uma voz gritar lá de dentro e nos separamos segundos depois. 
Milly: Sim,Mãe,é ele. - eu sussurrei um "Mãe?",meio espantado.- Agora agimos como mãe e filha tá bom?! - ela disse baixinho. - Agora vamos antes que ela venha nos buscar. Antes que pudesse responder,ela já estava me puxando para dentro de casa.
 
O jantar tinha corrido naturalmente bem,Sr. e Sra, Smith eram pessoa bem legais. Aparentemente só agora,pois pelo que Milly me falava eles não eram. Ela estava feliz por eles terem mudado e eu também,pois seria um saco conviver com os pais da sua namorada,sendo que eles são pessoas chatas. Nikki,que não gostava de ser chamada de Sr.,já sabia sobre meu pedido,então nos levou para sala e me deu a minha deixa. 
Nikki: Querido,Niall é um ótimo garoto não é? - ela perguntou olhando para o marido,que estava descendo as escadas.
 O Sr. Smith concordou,com a cabeça e com a sobrancelhas levantadas. Coma a boca cheia,preferiu não falar nada e só deu um sorriso.
Niall: Ainda bem que vocês acham isso de mim,pois assim me sinta mais seguro para fazer o que me trouxe até aqui.
Milly:  O que te trouxe aqui,não foi o jantar? Tipo conhecer meus pais? - ela perguntou meio confusa.
http://media.tumblr.com/tumblr_lvedq9kLZx1r3wadu.gif  
 Nikki: Na verdade,meu amor,Niall veio até aqui te pedir uma coisa. - ela disse sentando-se ao lado do marido,no braço da poltrona.
Niall: Isso mesmo,Sr. Smith. Eu gosto muito de sua filha. Milly é muito importante e significa muito para mim ter alguém como ela.- ele me olhou desconfiado- Eu realmente quero namorar sua filha...do jeito certo. Com sua permissão.
 http://25.media.tumblr.com/ca6005c8d4dd4cbaa5864067bf284a46/tumblr_mwn2mvr7GT1r79qmoo1_500.gif  
Ele me olhava sério e Milly estava espantada,tentava falar alguma coisa,mas as palavras pareciam não querer sair. A mãe de Milly olhava super feliz parra nós três e olhava para o marido com muita expectativa. Eu estava mais que nervoso,por mais que eu já namorasse com Milly (tecnicamente),era importante,tanto pra ela quanto para mim,ter a autorização de seus pais.
Sr. Smith: Niall... - ele respirou fundo e levantou a cabeça,sorrindo para mim. - Eu não consigo imaginar ninguém melhor para minha filha,que não seja você. - Ele olhou para Milly e lhe estendeu a mão,a qual ela pegou de bom grado. - Minha filha sempre foi importante para mim,mas eu só vim perceber isso a pouco tempo,então... por favor- ele deu uma curta pausa. -Não a magoe. Ela também é muito importante para mim. 
 Milly ainda estava confusa mesmo depois de uns cinco minutos. Seu pai recebeu uma ligação e teve que entrar em seu escritório e pediu desculpas pois demoraria ali dentro. Nikki viu que ele parecia confuso e sabia que precisava de ajuda então eu pedi para levar Milly para dar uma volta.
 
Eu levei minha namorada para andar até minha casa,talvez dar a noticia para os meninos e para Ally,levá-la para ver minha mãe,que sentia sua falta... só queria sair da casa dela para poder ficar mais relaxado e comemorar. Milly tinha um sorriso bobo no rosto toda vez que olhava para mim,parecia não acreditar no que eu fiz.
http://media.tumblr.com/tumblr_lvee7f79rB1r3wadu.gif 
 Niall: O que foi? - eu falei me aproximando dela.
Milly: Eu te amo. - ela disse meio tímida,colocando os braços em meu
Niall: Que bom,por que eu te amo. - eu disse a puxando para meus braços,lhe dando um selinho enquanto a levantava.
http://31.media.tumblr.com/d6dd2ef3dd22dc7aae568ee5e0e31245/tumblr_mi6yg6RNhE1s02ovpo1_500.gif
Liam's P.O.V:

http://media.tumblr.com/0df0b59afb1738f9a08597f5414b2ff1/tumblr_inline_mwjhk2xgsS1rdyiaj.png


Desde que voltamos de NY,Anna e eu estávamos meio que ficando,mas ao mesmo tempo não,por que ele não gostava que eu ficasse a abraçando nem nada. Ele era meio "bruta",mas de uma forma engraçada e até adorável. Sempre que eu dizia que gostava dela ,ela sempre me aparecia com uma resposta como "Ahh,que legal" ou "Obrigada,mas é só por que eu sou incrível".

http://images.wikia.com/austinally/images/2/24/Alex-russo-wizards-of-waverly-place-22908036-500-171.gif

Era difícil conseguir pegar aquela garota despreparada,parecia que ela tinha resposta para tudo. Só que o que me deixava maluco era o fato dela me querer,assim como eu a queria,só que ela não admitia. Parecia que ela não fazia questão de me ter por perto,já que toda vez que eu chagava perto ela me esnobava


http://data1.whicdn.com/images/34452048/tumblr_m7wutoUGGQ1r988i9_large.gif

Depois de algumas semanas,eu comecei a deixar para lá,pois não valia a pena que só eu tentasse ser legal com ela,quando Belle,quer dizer Anna não fazia questão de nossa amizade,ou algo mais. Quando as pessoas dizem que se você deixar de se importar as coisa funcionam,elas estão mais que certas. Tanto que Belle veio conversar comigo no meio do refeitório do colégio,pois sentiu que eu tinha me afastado.

Liam: Eu só cansei de levar patada sua Anna...

Anna: Anna? - ela disse triste. - Você nunca me chama de Anna, você é o único que me chama de Belle.

Liam: Pensei que não gostasse. - eu disse tentando irritá-la.

Anna: Você sabe muito bem que é só charminho. Você mesmo diz isso. - ela "apertou" os olhos

http://images.wikia.com/wizardsofwaverlyplace/images/1/18/Tumblr_m655d2Wlrw1rqqdw7o1_500.gif

Liam: Para que esse charminho todo? O que é isso insegurança. - eu disse meio irritado,me levantando.

Anna: Talvez... - ela disse se levantando e vindo até mim. - Depois de se tratada como um nada você se sente um nada. - ela disse tão irritada quanto eu. - Agora... não é minha culpa se eu sai com um monte de perdedores antes de você me conhecer.

http://24.media.tumblr.com/9a4c5a0856ad263c2ecb9e577ebb651e/tumblr_mh6oewjEXn1s2yrvio1_500.gif

Liam: Eu não sou igual a eles e você sabe disso. - eu disse tentado a convencer de que eu era diferente. - Eu não sou um perdedor como eles eram e nem vou te tratar como eles te trataram. Só que se você acha que eu vou ficar correndo atrás de você está muito enganada. Eu realmente gosto de você,mas não vou aguentar suas ignorâncias.

Anna: Você me conheceu assim e não vou deixar de ser assim da noite para o dia. Sim eu sou insegura e sim ,eu sei que você não é como os outros meninos com quem eu fiquei,mas eu deixo de ficar como medo de me jogar de cabeça e acabar quebrando a cara mais uma vez.- ela disse segurando as lágrimas. - Você é um ótimo amigo assim como Zayn foi,arrisco a dizer que me apeguei mais a você do que a ele. E acho que eu tenho um problema pois eu me apaixono pelos meus amigos. Acho que por eles serem os únicos caras que me respeitam de verdade. - ela limpou a lágrima que escorreu. - Eu também gosto de você Liam e eu queria ser boa o suficiente para você,mas você não merece ficar levando minhas patadas... é só isso que eu faço,te arranhar quando devia de acariciar.

Ela viu que todos que estavam na mesa onde estávamos,olhavam para nós,então já ia saindo em direção à porta. Eu a puxei pelo braço e a beijei sem me preocupar com aquele monte de alunos olhando para nós dois.

http://25.media.tumblr.com/60beb7767bd7f1e03e5cead09bd8c48c/tumblr_mo25kfem6t1r352jbo1_500.gif

Liam: É você quem eu quero,Belle.- eu disse assim que nos separamos do beijo. - E nunca,nunca diga que você não boa o suficiente. Nunca.- eu disse para uma Anna totalmente estática na minha frente.


Anna: Você me beijou na frente de todo mundo? - ela perguntou com um sorriso se formando no rosto. – Agora todo mundo vai te chamar de louco por ter feito isso... – ele disse levantando o rosto para mim.

Liam: Eu não estou nem ai... eu sou louco mesmo.Louco por você. - eu disse segurando suas mãos e me aproximando para um beijo rápido. Ela se esticou para ficar mais alta,e quando percebemos ,nós nos beijávamos ao som dos gritos do rapazes,de Ally e Milly.

http://24.media.tumblr.com/fa5617bd4e356e806ac4905a86f3800f/tumblr_mvrnyfFCld1sf6poho1_500.gif

Harry's P.O.V: 

http://24.media.tumblr.com/5132aeacfc8f506cba8292c8b5acb404/tumblr_mjvynvZtdT1raj5t4o1_500.png

Quando voltamos de NY,descobrimos que Eleanor tinha comprado um apartamento para que ela pudesse vir mais vezes nos visitar ficar mais tempo perto de Louis. Bom,né? Na verdade ótimo,porém tinha uma parte disso que não me deixou feliz: Ally foi morar com ela. Ally e Anna na verdade.

Tudo começou quando Els decidiu "dividir" o apê com alguém,só que não achava nenhuma pessoa para ficar nele. Annabelle queria comprar um,pois o pai se mudaria e ela queria continuar aqui até terminar a escola e Els disse que elas poderiam conversar sobre o assunto. Ally soube disso e enlouqueceu: primeiro,já não aguentava olhar para a janela da frente,que dava para uma das janelas do quarto de S/n e segundo, meu ciúmes estava deixando-a com raiva.

Ela me deixava cada vez mais louco e a medida que eu me apaixonava mais,meu ciúmes ficava mais evidente. Então na terceira semana de agosto,ela e Anna resolveram morar juntas no apartamento de Eleanor. Elas teriam que mantê-lo limpo,organizado e do mesmo jeito que Els tinha deixado,pagaria a conta de água e luz,mas qualquer problema poderiam contar com Eleanor. Ela vinha para cá mais vezes depois que comprou esse apê,quase todo final de semana,o que era bom pois passávamos bons tempos todos juntos.  Zayn até ficava mais animado.

http://31.media.tumblr.com/9c920b7c212c03d65934f433f40e59fc/tumblr_mwqz6tzAfM1rxa9h7o1_500.gif

Não era tão longe da minha então eu visitava bastante as meninas. Ally não me deixava levá-la para casa então um dia eu resolvi fazer uma surpresa. Iria aproveitar que Anna tinha ido visitar o pai em Liverpool,e passaria a noite com Ally. Ela ainda estava na escola para uma aula extra ou coisa assim e eu liguei para saber se chegaria logo.

Harry: Hey,babe... - eu disse assim que ela me atendeu. - Você ainda está no colégio?

Ally: Sim, amor. - ela disse aparentemente chateada. - O Sr. Halls me fez refazer meu trabalho na sala de aula.Mas já vou para casa...

Harry:  Ahhh... - eu disse pulando no meio do apertamento dela,tentando fingir que o que ela disse não tinha importância. - Hey,quem era aquele garoto meio mal humorado que você estava conversando? Liam disse que ouviu ele dizer que queria te dar uns amaços...

Ally: É um cara da minha sala,para de ciúmes. - ela disse com irritação em sua voz.- A propósito,o único cara mal humorado com quem eu quero dar uns amaços é você. - aquilo me tranquilizou.


http://24.media.tumblr.com/bb9e8bdc36c3dd7b173df5a75a093518/tumblr_mwo3mxlVvU1rw97njo1_250.gif
(desconsidere esse"mystery guy")

Enquanto Ally não chegava,eu liguei o som pedi pizza e escolhi alguns filmes. Arrumei o sofá,comprei um monte de besteira e uma coisinha para caso essa noite prometesse algo mais. Eu tinha certeza que nós não só dormiríamos,então... comprei alguns "pacotinhos". Ally iria me mataria por querer sexo,mas depois cederia.

Quando ela chegou ,parecia assutado por ver travesseiros e lençois em cima do sofá e ouvir o som ligado. Ao me ver fez um careta meio assutada e querendo rir.

Harry: Hiiii,babe! - eu disse dançando ,tentando não rir de mim mesmo.


http://25.media.tumblr.com/e421ca5f1bbf5ef38d259032b8ac9c06/tumblr_mwqkss0ajN1t0fgedo2_250.gif

Ally: Depois dessa dancinha deu até vontade de te jogar na minha cama,sabia? - ela disse jogando a bolsa em cima de uma das poltronas. - O que você tá fazendo aqui? Como você entrou?

Harry: 1:Vim te fazer uma surpresa,2: com a chave da Anna que tava com o Liam e emrelação a me jogar na sua cama... fique à vontade. - eu disse andando até ela de olhos fechando e braços abertos.

A pizza chegou e logo a devoramos enquanto assistíamos "O lado bom da vida". Comemos um monte de besteira enquanto eu babava na Jennifer Lawrence e Ally dizia o quanto os olhos de Bradley Cooper eram lindos. Ela dizia que os meus eram mais,só que eu sabia que ela estava mentindo então passei um bom tempo falando sobre a beleza da Jennifer.

Depois de dois filmes e quatro episódios de Game of Thrones,Ally e eu fomos nos aprontar para dormir. Eu tentei entrar no banheiro enquanto ela tomava banho,mas não deu certo. Ela só me deixou escorvar os dentes com ela e pronto. 

http://30.media.tumblr.com/tumblr_ll8x82bTtS1qijd1uo1_500.gif 

Eu sai do banheiro e voltei para o quarto,logo ela saiu do banheiro e estava passando pelo corredor quando eu a chamei.

Ally: Ah,você tá ai amor? - ela perguntou surpresa. - Pensei que estivesse lá embaixo.

http://data1.whicdn.com/images/62644794/large.gif

Harry: Não... eu prefiro ficar aqui no quarto com você. - eu disse enquanto fazia um gesto com a cabeça,chamando-a para mais perto. - Vem aqui vem...

Ela veio andando com aquele jeito sexy que ela sabia que tinha e fazia questão de me mostrar. Foi chegando cada vez mais perto e segurou minhas mãos. Fui puxando-a devagar para meus abraços e a abracei pela cintura.


http://24.media.tumblr.com/tumblr_lxk6d3Xe4m1qbimneo1_r1_500.gif

Harry: Sei que você está meio triste por não ter S/n mais aqui... -ela abaixou a cabeça,respirando fundo,pois não gostava de tocar naquela assunto. - Então... o aniversário dela tá chegando não é? - ela só balançou a cabeça com um sorriso fraco nos lábios. - Eu estava pensando: a gente podia fugir da escola por uns dois ou três dias e depois ficava no "castigo".

Ally: Você ficaria no "castigo" por faltar? - o sorriso apareceu em seu rosto e seus olhos pareciam brilhar. - Você ficaria horas compensando suas faltas para ir para NY comigo,para o aniversário dela?

Harry: Os meninos deram a ideia,então de certo modo eu não vou ficar sozinho com aquele professor chato. Aliás,você também vai senhorita. - eu disse lhe fazendo cócegas.

Ela caiu na cama de tanto rir. Se contorcia e gritava comigo,até que eu fui diminuindo aos poucos e ela foi regulando a respiração (Parece sexo,mas não é kkkkk). Ela me deitou na cama e eu a puxei para cima de meu corpo,ela me olhou por alguns segundos e sussurrou um "Obrigada,Hazz". Minutos depois minhas roupas estavam jogadas no meio do quarto junto com as dela.

http://24.media.tumblr.com/70069ec91b08671478284ee07525fee9/tumblr_mipcr51Ukm1rvrmano1_400.gif


S/n's P.O.V:

http://25.media.tumblr.com/fd0e781019672ddef8228680dcc5f1d4/tumblr_mwudgvy0kW1rsksczo1_500.jpg


Ally tinha me ligado ontem como de costume(gif),mas essa ligação foi bem mais animada e feliz que as outras. Eu não reclamei de cansaço,nem dos gritos de Carlos só disse o quanto estava feliz por saber que eu estaria livre dele no final de semana do meu aniversário. Ele viajaria para o México e só Deus sabe o que ele faria lá,mas eu não estava me lixando para aquilo,tudo o que me importava era saber que eu estaria livre nem que fosse por uns quatro dias.

 http://media.tumblr.com/a207519dd31f91ffd8c4baa2f38e7916/tumblr_inline_mw4mvxtz9i1r9pone.gif

Era a ultima semana de agosto. O mês que me machucou e me deixou mais triste,porém a semana já começou feliz. Na segunda-feira Carlos se foi e eu fui para casa dos meus pais come ele "recomendou". Na terça Ally ligou dizendo que todos viriam para comemorar meu aniversário o que me deixou mais feliz ainda. E agora estou eu aqui,em plena quarta-feira,no colégio,enquanto meus amigos estavam em um avião vindo me visitar,já que meu aniversário será amanhã.

Meu coração parecia estar curado ou algo do tipo. Era como se a noticia tivesse não só o acordado,mas também o deixado hiperativo. O pior era lembrar que ele estava vindo também e eu não tinha ideia de como eu reagiria,muito menos como ele agiria. Eu não me importaria se ele chegasse aqui super bem,feliz com a condição de solteiro... eu só queria vê-lo.

A frase do meu professor me fez acordar do meu "sonho". Quando o ouvir dizer "Mas tenham certas recomendações",as recomendações de Carlos vieram a minha cabeça como na lista que estava na geladeira.

O que você deverá fazer:
1. Passar essa semana na casa dos seus pais;
2. Não sair do seu caminho casa-escola,escola-casa;
3. Como é seu aniversário,deixarei que se divita;
4.Sei que seus amigos viram então,como modo de prevenção: eu fiz reservas em um restaurante bem legal para todos vocês.
5. A coisa mais importante: NADA DE APROXIMAÇÃO COM O MAGRELO DO ZAYN. Eu saberei okay?
6. Você não vai acreditar mais: eu queria poder estar com você. Pode não parecer, mas eu gosto de ficar com você.

Até agora eu estava confusava e assustada com aquela lista. Ele só podia ter problemas... como ele gosta de ficar comigo? Ele só pode ser maluco ou achar que me fazer de escrava é prova de carinho. Mas o que mais me assustava era a 5ª recomendação. Tinha medo dos "olheiros" que ele tem. Além disso tem as reservas que ele fez. Ainda não tinha entendido por que ele disse que era precaução,talvez fosse para eu não sair... Pelo menos ele me liberou para fazer algo e eu poderia estar com meus amigose com meu pai.

Amanhã seria incrível. Hoje seria incrível. Eu estava anciosa para chegar em casa e esperar todas aquelas pessoas que me trariam um pouco de alívio.



Hello Dreamers!Essa cap. foi be fofinho para não deixar vocês sobrecarregadas com o sofrimento da S/n,por isso eu quis mostrar que mesmo que ela e Zayn estejam pasando por um momento ruim,os seus amigos estão felizes em seus relacionamentos. E aproveitando essa felicidade,não poderia deixar os dois de fora,por isso o próximo cap. tem o niver da S/n e o reencontro dos dois depois de um mês sem se ver. Gente,eu vi muitos alguns coments sobre o Carlos então...

Explicação rápida sobre o que se passa na cabeça de Carlos Vega. 1º: Carlos foi facilmente influenciado pelos amigos a forçar S/n a transar com ele, o que levou a um estupro. Por conta disse ele teve que fazer serviços comunitários e entrar para um reformatório. O que nos leva ao pondo 2: fez amizades que não o fizeram nada bem. Depois de conhecer garotos mais velhos, bem mais perigosos e com cabeças frias e calculistas, Carlos acabou se tornando uma pessoa com sede de “vingança”.  E isso entra no ponto 3 : ele não quer uma vingança propriamente dita,ele quer que ela sofra por que na cabeça dele,aquilo tudo que ele passou não era justo.

 Para ele, S/n não é só a garota que ele estuprou e o fez passar anos em um reformatório. Ele gosta dela, de um jeito meio psicopata, mas gosta. Ele gosta de ter ela ali perto dele, como se fosse um troféu super merecido. Para mim Carlos tem uma cabeça não muito boa e tem uma visão diferente do que é justo ou não.

Muitas de você perguntaram o por quê dele querer se vingar. E eu lhe digo: ele só não achou justo ter recebido uma punição pelo que ele fez.  Super normal, né? É só isso que eu quero que vocês entendam, na cabeça de Carlos tudo o que ele faz parece certo ou normal. Deu pra entender minha doideira? Acabou que não foi uma explicação rápida. :p 

p.s¹: Sobre Midnight Memories ::::::: perfeição *o*
p.s²:"Does he know" é meio sei lá ...safada. Como eles podem dizer "Ele sabe sobre você em todos os sentidos?Ele memorizou cada parte de seu rosto?Dentro e fora, garota, da cabeça aos pés?" Como assim Dentro e fora gente? '-' kkkkkkkk

p.s³: Já tenho minha favotira: Half a heart. Que por sinal estará no próximo cap. junto com "does he know" :)

http://25.media.tumblr.com/5a137184ee7e281fc75ec6ea34744d90/tumblr_mwn5liRqhl1rl9rtoo1_500.gif

Desculpa Niall,amor da minha vida,luz do meu dia,mas eu olhei pro Zayn e gritei: ÓH COISA GOSTOSA SENHOR! Foi mal amor,não vai se repetir :) Beijo mãe,tô indo pro hospício. Tchau mundo.

~gente comentem por favor,chega a 45 coments? Já estou fazendo o próximo,que tem HOT \o